VOO DE COBERTURA NÃO FEZ VITIMAS POR ACASO

Por Cascais24


28.12.2015
"Um milagre não ter atingido ninguém", disseram, ao Cascais24, testemunhas do voo perigoso da cobertura metálica da discoteca do Tamariz, para a via férrea, este domingo à noite, devido às fortes rajadas de vento que fustigaram a região, sobretudo o litoral de Cascais.
 
Passavam poucos minutos das 22h00 quando o vento "arrancou" parcialmente a estrutura e a projetou para a linha férrea, felizmente sem provocar acidentes pessoais, conforme Cascais24 avançou em Alerta, bem como a CMTV
 
Comandante Hugo Santos
A circulação ferroviária esteve suspensa durante cerca de duas horas e meia - o tempo necessário para que as equipas de socorro procedessem, em segurança, à remoção das estruturas metálicas, confirmou, ao Cascais 24, o comandante Hugo Santos, dos Bombeiros dos Estoris.
 
No cenário do acidente, que só não teve consequências trágicas por mero acaso, estiveram os Bombeiros dos Estoris, o Serviço Municipal de Proteção Civil de Cascais, técnicos da Refer, que tiveram de proceder ao corte elétrico das cantenárias e, ainda, agentes da PSP, encarregues de manter a área isolada, por segurança, bem como responsáveis pela empresa Estoril Sol.
 
Entretanto, fontes próximas da discoteca do Tamariz asseguraram que "este acidente não terá consequências no programa para a passagem do ano". 
 

Sem comentários:

MAIS PROCURADAS

MULTIMÉDIA.SAÚDE

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."