Transeuntes caem em “armadilha” nas obras na passagem de nível de São João

SEGURANÇA

MEIOS de socorro ao final da manhã junto à passagem de nível (Fotos Alexandre Kulcinskaia/ Cascais24)


Por REDAÇÃO
19 maio 2021 | 20h49

A queda de uma idosa, 76 anos, esta quarta-feira, ao final da manhã, ao atravessar a passagem de nível de São João do Estoril e que teve de ser transportada ao Hospital de Cascais, veio alertar para uma alegada sucessão de quedas de peões no local desde que, no final de abril, foram iniciados trabalhos ainda em curso destinados à substituição das travessas e dos carris ferroviários.


Segundo denúncias chegadas a Cascais24, na origem das quedas estará o desnível na travessia, que só deverá ficar resolvido com a conclusão dos trabalhos, que foram iniciados, em período noturno, a 26 de abril último, são da responsabilidade da Infraestruturas de Portugal (IP) e deverão estar concluídos nos próximos dias.

“Trata-se de autêntica armadilha para quem arrisca atravessar a passagem”, dizem moradores da área.

Esta quarta-feira, pouco antes do meio-dia, foi a vez de uma idosa sofrer uma queda aparatosa. “A senhora caiu e fracturou o nariz, foi socorrida por outros transeuntes, que a retiraram do local antes da aproximação de algum comboio”, disse, a Cascais24 um morador, segundo o qual “foi assistida pela tripulação de uma ambulância dos Bombeiros de Parede, que chegou prontamente ao local”, depois de acionada pelo Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU). 

BOMBEIROS de Parede transportaram idosa ao hospital
________________________________________________

No entretanto, alguém ligou para o 112, alertando para um acidente que pareceu mais grave na passagem de nível, o que levou a que fossem acionados meios “musculados” dos Bombeiros do Estoril, além da VMER do Hospital de Cascais, os quais acabaram por concentrar-se no local.

De acordo com testemunhos de moradores, “só nas últimas semanas caiu um senhor da cadeira de rodas e uma idosa cujas consequências não foram de maior importância e também um jovem caiu e fraturou o nariz e alguns chegaram mesmo a desmaiar”, havendo quem atribua responsabilidades “ao mau trabalho e irresponsabilidade da Infraestruturas de Portugal”.

Já fonte do Comando dos Bombeiros do Estoril assegurou, a Cascais24, que, “à exceção de hoje, não há registo de pedidos de socorro para quedas naquele local”, desde o início dos trabalhos. Salvaguardou, no entanto, que “podem ter acontecido, mas não fomos acionados”.

A empreitada para Reabilitação da Passagem de Nível de S. João do Estoril, que deverá estar concluída dentro de dias, visa a substituição de várias travessas, para além de outras beneficiações da via férrea, entre as quais a substituição de carris e no período noturno tem implicado a interdição da circulação rodoviária entre as duas e cinco horas da manhã.



 


2 comentários:

ianchika disse...

A fonte do Comando dos Bombeiros do Estoril ou tem falhas de informação ou não se deu ao trabalho de se informar correctamente.
Foi ainda na semana passada que um jovem também tropeçou no desnível da linha, fracturou o nariz e perdeu sangue abundantemente, chegando a desmaiar enquanto aguardava pela ambulância do INEM.

Adolfo Beneyto disse...

E este artigo, em vez de mostrar os carros do INEM e dos bombeiros, mais os mirones, poderia mostrar o local do desnível onde ocorreu o acidente, para os leitores perceberem melhor a razão do acidente.

Publicação em destaque

FUNCIONÁRIA do Modelo Continente de Tires salva cliente de 81 anos em paragem cardiorrespiratória

HEROÍNA .  Ao aplicar os seus conhecimentos de suporte básico de vida, com a ajuda de um desfibrilhador, até à chegada dos Bombeiros de Pare...

FOI NOTICIA

BLOGS