SEGURANÇA. GNR de Alcabideche apanha ilegal há 15 anos no País em operação de prevenção criminal em Manique de Baixo

Segurança

                                                                                                                                                           (Fotos CASCAIS24)

 

Por Redação

Forças da GNR lançaram esta quarta-feira, ao final da tarde, uma operação de prevenção criminal no largo do Rossio de Manique, em Manique de Baixo, por forma a devolverem a segurança e tranquilidade à comunidade local e identificaram cinco pessoas, entre as quais um cidadão cabo-verdiano, que vive em Portugal há 15 anos em situação irregular.

As cinco pessoas intercetadas, revistadas e conduzidas, para identificação e averiguações, ao quartel do Subdestacamento de Alcabideche, têm idades que oscilam entre os 27 e os 45 anos.
                                                                                                                   
Na posse de alguns deles, foram confiscadas o equivalente a meia centena de doses de haxixe, tendo sido elaborados os respetivos autos de contraordenação.

Já o cidadão estrangeiro, natural de Cabo Verde, de 35 anos, a viver há 15 em situação irregular no nosso País, foi notificado para comparecer junto da Delegação de Cascais do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Nesta operação foram empenhados efetivos locais, o Destacamento de Intervenção e, ainda, uma equipa cinotécnica.   
   
Esta ação da GNR de Alcabideche surgiu depois de denúncias apontarem para situações de tráfico e consumo de estupefacientes no largo do Rossio de Manique, que começavam a causar um grande sentimento de insegurança entre os moradores.
                                                                                                                         
“Venho alertar para a constante degradação do ambiente social no espaço público do Largo de Manique, onde grassa a insegurança, toxicodependência, péssimo ambiente social e vandalismo”, denunciou, recentemente, junto das forças de segurança e autarquias, um morador, que manifestou a sua enorme apreensão pelo que estava a acontecer nesta outrora pacata e tranquila aldeia da freguesia de Alcabideche.

Segundo o mesmo morador, é, sobretudo, em frente a alguns estabelecimentos de restauração e bebidas que “está montado o acampamento de toxicodependentes”.

No alerta enviado às autoridades e ao Cascais24, refere-se que “é todos os dias este espetáculo deprimente de espera pelo “correio da droga” e no ajuntamento não se coíbem de maltratar quem os chama a atenção”.

Fonte da GNR disse, a Cascais24, que estas operações são para continuar, quer em Manique de Baixo, quer em outras áreas do dispositivo de Alcabideche, por forma a garantir às comunidades um sentimento de segurança e tranquilidade.


Imprimir

6 comentários:

Unknown disse...

Parabéns pela iniciativa, só espero não ficar por aqui pois ja evito a muito ir ao centro de manique onde impera um mau ambiente social, falta de respeito e uma sensação de insegurança.

Unknown disse...

Engraçado que vivo aqui há 26 anos e nunca me senti inseguro , ameaçado e nunca assisti à dita toxicodependência. A não ser a meia dúzia de pessoas que fumam ganzas como se vê em qualquer canto do país. Deixem -se de noticias da carochinha. Volta bom jornalismo. Tás perdoado

Anónimo disse...

Parabéns a GNR pois o Largo de Manique está um verdadeiro ponto de drogas, onde individuos vendem e consumem a qualquer hora do dia,e esse amigo aqui no comentário a cima deve morar não em Manique pq é diáriamente e comércio... E parabéns Cascais24 pelas reportagens 👍

Unknown disse...

Toxicodepencia!!!???? A onde ?? ja ouve a 20 anos a traz,agora sim falta de educaçao e respeito com quem transitava no largo isso sim!! Avia muitos a fumar canabis a vista de todos o que nao se tolera e a que por ordem mas ate fazer o espetaculo que foi feito isso nao!!! Foi um bom trabalho da GNR mas nao era preciso tanto.

Anónimo disse...

Vivo em Manique à anos e nunca senti inseguro nem reparei em toxicodependentes. Não vou dizer que não existe problemas mas esta artigo está exagerar e muito.

Bruno Cruz disse...

Tenho 27 anos e cresci em Manique e garanto uma coisa, há porta de qualquer estabelecimento, no meio de vários bairros sociais, existem sempre bêbados e alcoólatras. Agora dizerem que é um centro de toxicodependentes?
Acerca de 5/7 anos atrás acredito que houvesse uma maioria de putos a fumar as suas ganzas e a beber as suas litrosas, por amor de deus, agora? Nos dias de hoje? Nem uma mosca se vê na rua às vezes.
Em vez de irem lá prender o pessoal que mantem a sua rotina diária, NÃO PREJUDICANDO NINGUÉM, invistam em Manique de Baixo, porque não é só as escolinhas há volta que contam. Manique sempre teve um grande potencial de construção e investimento, mas não, "uma fármacia?" O que é que eles precisam mais? -.- #acordemtapadinhos

Publicação em destaque

BOMBEIROS de Parede salvam canídeo de poço. Veja o vídeo do resgate

CANÍDEO aguarda pelo socorro (Créditos: BVParede) RESGATADO COM SUCESSO . Um canídeo foi resgatado, esta quarta-feira, de manhã, pelos Bomb...

FOI NOTICIA

BLOGS