VIOLÊNCIA. Jovem sofre fratura de mandíbula em agressão na Escola Secundária de São João do Estoril

Segurança

Por Redação
05/06/2018

Um jovem estudante, de 18 anos, sofreu a fratura em dois sítios da mandíbula ao ser agredido por um outro, esta sexta-feira, de manhã, no recinto da Escola Secundária de São João do Estoril.

A notícia foi avançada esta terça-feira na rubrica Atualidade Criminal do programa “Queridas Manhãs” da SIC.


O jovem agredido contou que chamou a atenção de um colega que estava a mexer na sua moto e que depois de uma breve troca de palavras foi agredido a murro pelo outro, tendo “cuspido sangue” e perdido os sentidos durante uns dois segundos.

Já refeito, terá procurado auxílio junto de funcionários da escola, que o terão mandado ir buscar gelo ao bar.

O alerta foi dado pelos próprios colegas para o pai do jovem, que o foi buscar e conduziu ao hospital.

No Hospital de São Francisco Xavier, o jovem foi submetido a intervenção cirúrgica no sábado e só teve alta esta segunda-feira.


Entretanto, a irmã do jovem, Raquel Simões, em declarações ao Atualidade Criminal teceu duras críticas aos responsáveis pela Escola Secundária de São João do Estoril, por não terem diligenciado socorro e chamado as autoridades, o que uma fonte próxima do estabelecimento de ensino considerou "estranho", dado que sempre que é registado um incidente são acionados os meios adequados.

O jovem formalizou entretanto queixa na PSP do Estoril.

A nível interno da escola, colegas que presenciaram a agressão terão entregue na própria sexta-feira os seus testemunhos ao conselho diretivo do estabelecimento de ensino.

Segundo Cascais24 apurou, o alegado agressor é um jovem, de 17 anos, que frequenta o 11º. Ano e foi entretanto suspenso.

Cascais24 procurou esta tarde um contato com o conselho diretivo da Escola Secundária de São João do Estoril, mas sem sucesso.

Foi, invariavelmente, informado por uma funcionária que “estavam em reunião” ou estavam “ausentes em reuniões fora" da escola.

Na terça-feira passada, soube, ainda, Cascais24, um outro aluno foi agredido à porta da mesma escola por um colega e teve que ser submetido a intervenção cirúrgica ao nariz no Hospital de Cascais.


Recorda-se que ainda na mesma terça-feira um aluno, de 12 anos, da Escola Secundária de Alvide, foi agredido por três outros jovens, que o deixaram prostrado.

Conforme Cascais24 avançou, então, um irmão mais velho do menor agredido terá pouco depois procurado os alegados agressores, que acabaram também por ser agredidos e ter necessidade de receberem tratamento hospitalar.



Imprimir

Sem comentários:

Publicação em destaque

FUNCIONÁRIA do Modelo Continente de Tires salva cliente de 81 anos em paragem cardiorrespiratória

HEROÍNA .  Ao aplicar os seus conhecimentos de suporte básico de vida, com a ajuda de um desfibrilhador, até à chegada dos Bombeiros de Pare...

FOI NOTICIA

BLOGS