Videovigilância reforça segurança a Marcelo e vizinhos em Cascais

Segurança

Por Redação
27/04/2018
O Presidente da República e os vizinhos mais próximos, que vivem no centro histórico de Cascais, vão poder gozar de mais segurança, com a instalação de câmaras de videovigilância, monotorizadas pela PSP a partir da guarita colocada à porta de Marcelo Rebelo de Sousa.

A “luz verde” para a instalação de, pelo menos, duas câmaras, foi dada esta terça-feira pela Comissão Nacional de Proteção de Dados.

O pedido para a instalação de câmaras na rua onde vive Marcelo Rebelo de Sousa foi pedida pela Secretária de Estado Adjunta da Administração Interna.

As duas câmaras de vídeo fixas irão captar a circulação de pessoas e de veículos.

Na origem da instalação da videovigilância está a preocupação relativa à eventual intrusão de desconhecidos nas habitações vizinhas à do Presidente Marcelo Rebelo de Sousa, que a possam ter por alvo.

Nos primeiros tempos, depois da tomada de posse, em março de 2016, a segurança estática à casa de Marcelo Rebelo de Sousa, em Cascais, foi assegurada por agentes da Divisão Policial da PSP de Cascais, que foram, mais tarde, substituídos pela Divisão de Segurança a Instalações.


Será a partir da guarita, colocada junto à casa de Marcelo Rebelo de Sousa, que irão ser monotorizados todos os movimentos captados pelas duas câmaras de videovigilância agora autorizadas.
Noticia do Cascais24 com referência à videovigilância, então em estudo

Já há dois anos Cascais24 noticiava que a instalação de videovigilância  para a casa do Presidente da República, em Cascais, estava a ser estudada.



Imprimir

Sem comentários:

DESTAQUE. 29 cães em risco resgatados em Carcavelos

+ populares

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

MULTIMÉDIA.SAÚDE