Agrediu GNR a murro depois de ameaçar e injuriar vigilante no Hospital de Cascais

Segurança

Por Redação

Um homem, de 49 anos, recebeu voz de detenção, esta segunda-feira, à noite, no Hospital de cascais, depois de ter ameaçado e injuriado uma vigilante e de ter agredido com um murro no peito um militar da GNR de Alcabideche chamado a intervir.

Os incidentes registaram-se na entrada principal da unidade de saúde, quando o homem, pai de um utente internado, terá tentado forçar o acesso sem que primeiro obtivesse a senha respetiva e a autorização de passagem.

Alertado para os requisitos necessários, o homem, exaltado e agressivo, terá ameaçado e injuriado a vigilante, o que levou a pedir a intervenção do militar da GNR colocado no chamado posto avançado, na área da Urgência.

O guarda acabou, também, por ser alvo de ameaças e injúrias e, mais grave, terá sido agredido com um murro no peito.

O alegado agressor acabou por receber voz de detenção.

Notificado e posteriormente libertado, compareceu esta terça-feira junto dos Serviços do Ministério Público do tribunal de Cascais, mas o processo baixou a inquérito, confirmou, a Cascais24, fonte judicial.




Posto avançado da GNR deve ser reforçado


Os casos de violência contra profissionais de saúde, vigilantes e militares da GNR têm vindo a aumentar no Hospital de Cascais e há mesmo quem defenda a necessidade do número de guardas no Posto Avançado daquela unidade de saúde ser reforçado.


“Há apenas um guarda de serviço, por cada turno de 8 horas, e o ideal seriam, pelo menos, dois, pois falamos de um hospital de grandes dimensões, com enorme afluência e problemas cada vez mais graves de segurança”, explicou uma fonte da unidade de saúde, que pediu o anonimato.

A área de influência direta do Hospital de Cascais, que presta cuidados de saúde diferenciados, abrange o concelho de Cascais, mas na área materno-infantil recebe, ainda, utentes do concelho de Sintra, nomeadamente das freguesias de Algueirão-Mem Martins, Pero Pinheiro, Colares, São João das Lampas, Sintra (Santa Maria e São Miguel), Sintra (São Martinho), Sintra (São Pedro de Penaferrim) e Terrugem.








Imprimir

Sem comentários:

+ populares

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

MULTIMÉDIA.SAÚDE