RÁDIO que fez história em Cascais voltou a juntar antigos colaboradores

ATUAL

ANTIGOS colaboradores do Rádio Clube de Cascais reunidos este sábado em mais um jantar convívio ( Créditos: António Correia)

Por VALDEMAR PINHEIRO
14 novembro 2022 | 18h15

Antigos colaboradores do Rádio Clube de Cascais (RCC) – a estação que fez história em Cascais, entre 1985 e 2005- voltaram a reencontrar-se no 3º Jantar-Convívio, que decorreu este sábado no restaurante A Casa do Lago, em Manique de Baixo.

Presentes estiveram quase três dezenas, entre jornalistas, locutores, equipa de desporto e departamento comercial da extinta estação de rádio, que também foi uma grande escola para muitos, que mais tarde continuaram o seu percurso profissional em jornais nacionais e/ou rádios nacionais de renome. 

MARCOS Melo o grande dinamizador dos encontros anuais (Créditos: Cascais24Horas)

“Não é fácil reencontrar toda a esta gente, mas as redes sociais vão ajudando”, diz, a propósito, o grande anfitrião e principal dinamizador de estes encontros - o animador de rádio Marcos Melo.

“São muitas e boas as memórias que são recordadas a cada jantar”, sublinhou o radialista profissional, que deu os seus primeiros passos no saudoso Rádio Clube de Cascais, cujo principal fundador e dirigente com muitos outros, em cooperativa, faleceu este ano: Álvaro Santos Silva. 



Alguns antigos colaboradores estiveram ausentes de este 3º Jantar, por motivos profissionais ou da vida pessoal, mas terão prometido não faltar a um 4º Encontro, a agendar para o próximo ano. 

Recorda-se que o 1º Jantar-Convívio dos Antigos Colaboradores da “Rádio Mais Ocidental da Europa” teve lugar no restaurante “Barão”, em Alcoitão - uma escolha que não foi por acaso, dado que foi na rua do Olival, na vivenda Sofia, em Alcoitão, que o Rádio Clube de Cascais, que nasceu na Amoreira, cresceu e viveu praticamente até ao fim dos seus dias.

Já o 2º Grande Encontro decorreu na taberna “Steakhouse & Grill”, nas Fontainhas, e voltou a reunir um vasto número de antigos colaboradores, entre eles o mais mediático, António Pedro Cerdeira – o ator que antes de o ser foi, também, na adolescência, radialista no Rádio Clube de Cascais.


Noticias relacionadas

+À mesa a recordar os bons tempos da "Rádio mais Ocidental da Europa”

+Jantar-convívio reuniu em Alcoitão antigos colaboradores do Rádio Clube de Cascais






Sem comentários:

FOI NOTICIA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA