O PRESIDENTE E OS POLICIAS QUE VIGIAM A SUA CASA EM CASCAIS

Por Valdemar Pinheiro

09.03.2016
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que tomou posse esta quarta-feira, prometendo ser o Presidente de "todos sem exceção, do princípio ao fim do mandato, sem querer ser mais do que a Constituição permite ou aceitar menos do que a Lei Fundamental impõe", vai continuar a viver na sua residência, na área histórica de Cascais, encontrando-se a segurança entregue à Divisão Policial da PSP de Cascais, apurou Cascais24.

A residência do Presidente vai estar vigiada 24 horas por dia, por agentes uniformizados, distribuídos por turnos de seis horas, apoiados por um veículo, vulgo posto móvel, estacionado a poucos metros.


O posto móvel  foi deslocado há cerca de semana e meia para junto da residência do Presidente, por indicação do comandante da Divisão Policial de Cascais, por forma a "manter resguardados os agentes em serviço das intempéries", soube, também, Cascais24. 

A decisão de colocar o posto móvel a escassos metros da residência, surgiu depois do próprio Marcelo Rebelo de Sousa, ainda então Presidente eleito, ter aberto a porta da sua garagem para que os policias estivessem mais "resguardados" do frio e da chuva.

O Presidente instruiu mesmo a sua governante, D. Célia, para que colocasse na garagem uma mesa, com bolos, bolachas, sumos e águas para que "não faltasse nada aos agentes", destacados, por turnos, para garantir a segurança e vigilância do seu domicílio.

"O Professor Marcelo não é muito defensor de ter um carro-patrulha ou um posto móvel à porta de casa", confidenciou a Cascais24 uma fonte próxima do Presidente. "Porém, o comando decidiu colocar o posto móvel", acrescentou a mesma fonte.

O Presidente da República, apurou, ainda, Cascais24, "sempre que, à noite, é deixado pelos agentes do corpo de segurança pessoal, ainda fica quase meia hora à conversa, em amena cavaqueira, com o patrulheiro de serviço",  recolhendo depois a casa.

Câmaras e guarita

A decisão do Presidente de continuar a viver na sua residência de sempre, em Cascais, pode passar pela adoção de algumas medidas de segurança, apurou, ainda, Cascais24.

Especialistas responsáveis pela segurança do Presidente da República estão a estudar a forte possibilidade de instalar um sistema de vídeo vigilância em redor da residência, o que poderá vir a acontecer nas próximas semanas.

Para além disso, é provável, também, que venha a ser instalada, em sítio estratégico da residência, uma guarita destinada a albergar os agentes encarregues da segurança.

Popularmente conhecido por “Professor Marcelo”, comunicador por excelência, o Presidente da República é um popular cidadão de Cascais que, por entre um mergulho e uma leitura, nunca deixou de manter um bom diálogo fosse com quem fosse. Nem mesmo dentro de água! 

Reside em Cascais há mais de 35 anos, durante os quais também deu o seu contributo cívico e politico ao concelho.

Foi presidente da Assembleia Municipal, entre 1979 e 1982, e presidente da Associação de Pais da Escola Salesiana do Estoril na década de 80.

É, também, desde 1981, sócio fundador do Lions Clube Costa do Estoril.

O famoso residente de Cascais, agora 20.º Presidente da República portuguesa, é considerado pela generalidade dos cascalenses como "pessoa bastante simples, afável e simpática".

Marcelo Rebelo de Sousa, eleito Presidente da República logo à primeira volta nas eleições, venceu com larga margem em todas as freguesias do concelho de Cascais.

Marcelo Rebelo de Sousa conseguiu nas quatro freguesias um total de 53.679 votos.

1 comentário:

Anónimo disse...

Infelizmente só não votei neste Grande Senhor porque tinha o meu bebé internado. Sem dúvida alguma, o melhor presidente que alguma vez Portugal teve.

MAIS PROCURADAS

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."