PJ captura autor de disparo de caçadeira que desfez perna da vítima na Madorna

SEGURANÇA


Por REDAÇÃO
09 OUTUBRO 2020 (Em atualização)

A Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa e Vale do Tejo identificou e deteve um homem, de 37 anos, por fortes indícios da prática de crimes de ofensa à integridade física grave qualificada e detenção e uso de arma proibida, de que foi vítima, a 07 de setembro último, na praceta General Norton de Matos, na Madorna, um homem, 43 anos, que veio a sofrer a amputação de uma das pernas.

Os incidentes registaram-se na esplanada de um café, quando a vítima foi abordada, de modo violento, pelo agressor, confrontando-a fisicamente na via pública, num contexto de conflitos preexistentes entre ambos, relacionados com atividades criminosas.

Na sequência da refrega, o autor ausentou-se temporariamente do local, regressando em momento posterior e alvejando, então, a vítima a muito curta distância, com um disparo de espingarda caçadeira.

A vítima sofreu lesões traumáticas e vasculares graves que determinaram a amputação do membro inferior.

Depois do disparo, o agressor colocou-se em fuga, para parte incerta, vindo agora a ser identificado, localizado e capturado por inspetores da Secção de Homicídios.

Submetido a primeiro interrogatório judicial, foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva, tendo recolhido ao Estabelecimento Prisional de Caxias.






Sem comentários:

Publicação em destaque

FUNCIONÁRIA do Modelo Continente de Tires salva cliente de 81 anos em paragem cardiorrespiratória

HEROÍNA .  Ao aplicar os seus conhecimentos de suporte básico de vida, com a ajuda de um desfibrilhador, até à chegada dos Bombeiros de Pare...

FOI NOTICIA

BLOGS