# Eu Comemoro! A Mim Não Proibes!


19 ABRIL 2020

O Presidente da Câmara de Cascais decidiu que não permite as comemorações do 25 de Abril. Num assomo de autoritarismo cancelou os eventos institucionais. Não os adaptou às exigências de saúde pública. Cancelou!

Já se sabia que a pandemia poderia fazer emergir tiques de governação autoritária, mas negar as comemorações oficiais da data que marcou o fim da longa noite fascista é verdadeiramente significativo.

Num aparente gesto de magnanimidade o Presidente da Câmara de Cascais ainda teve a prosápia de escrever que “quem quiser comemorar comemora em casa”.

Ora, Ora… “ debaixo de telha” é permitido – onde é que já vi isto?!  

Na Assembleia da República a decisão sobre as comemorações oficiais foi inequívoca. Eduardo Ferro Rodrigues, Presidente da Assembleia da República, afirmou que “celebrar o 25 de Abril é dizer que não sairá desta crise qualquer alternativa antidemocrática” e o Presidente da República esclareceu “tem que se comemorar porque a democracia não está suspensa”. 

No momento em que direitos, liberdades e garantias estão em risco nas mãos daqueles que manipulam o medo e o alarmismo, quando alguns ambicionam a “perpetuidade” de medidas restritivas iniciadas durante o estado de emergência, no município em que o Presidente da Câmara cancela as comemorações que assinalam o despontar democrático de Portugal e na qual o Vice-Presidente defende a existência de vigilância/controlo populacional através de dados de telemóvel geridos por operadoras privadas,

eu afirmo:

Deixo a sugestão a todos os Cascalenses democratas e antifascistas que partilhem a imagem. 
O 25 de Abril é do Povo! Ninguém o pode proibir!

Outros artigos de TERESA GAGO
*Os artigos de opinião publicados são da inteira responsabilidade dos seus autores e não exprimem, necessariamente, o ponto de vista de Cascais24.
Imprimir



7 comentários:

Luis Marques disse...

Pois tenha cuidado, ele anda ai! Não foi só na Pascoa, nos funerais, etc.....

Anonimo disse...

Vergonhoso. A Pascoa também é de todos e fui obrigado a ficar em casa. Nem sair do concelho. Agora no 25 de Abril é permitido? Deviam era dar o exemplo ao povo e ficarem em casa. Ou será que não festejar uma ano deixa de haver democracia? No mínimo ridículo. É so mais um pretexto para irem contra o esforço de muita gente, principalmente dos que estão a trabalhar na linha da frente. Vergonha de povo e principalmente deste tipo de jornalismo!

Papoila disse...

Não deixa de ser curiosa a violência das reacções contra quem pretende afirmar o 25 de Abril. É também interessante a analogia com a Páscoa (a ressurreição) Alguém proibiu a comemoração da Páscoa? Em algum momento se defende que haja ajuntamento de pessoas? Um desfile? Comemorar o 25 de Abril é comemorar o 25 de Abril ou não se pode ir passear de cravo ao peito dentro do concelho de Cascais?

Unknown disse...

Pois esta é uma altura que devemos comemorar uma data,um feito que mudou a nossa História. Ninguém falou ou organizou os desfiles na Avenida,ninguém sugeriu contrariar o disposto pela Lei e pela DGS.Comemorar sim,com dignidade com respeito pela memória dos que caíram às mãos de um sistema fascista e ditatorial.É uma data que não se pode interromper,tal como o Hino Nacional,que pelo facto de estarmos de luto,não deixa de ser tocado

Unknown disse...

Que estranho é comparar a Páscoa com o 25 Abril...respeito quem quer festejar a primeira,como espero que me respeitem (sem comentários ridículos )a segunda.Há várias formas de festejar a data tão importante da nossa História,nem que seja para lembrar-mós e honrar a memória daqueles que caíram nas mãos do regime,torturando e matando.Tal como o Hino Nacional se toca (mesmo que decretado LutoNacional)a data do 25 Abril tem de ser comemorada com os limites previstos na Lei e da DGS.

Unknown disse...

Sim,comemorar a data 25Abril de acordo com o previsto na Lei,com as indicações da DGS.É uma data incomoda para alguns,para outros representa a saída da prisão, o voltar á vida de cidadão ter família,amar os seus,poder não ter medo.É importante para lembrar aqueles que lutaram e morreram sem ver os resultados da sua luta.Sim é urgente comemorar 25Abril!

Jozito disse...

A Pascoa, não é de todos, é apenas de alguns católicos...
O 25 de Abril, também não é de todos, é da maioria do povo português, dos democratas!
O 25 de Abril não admite infiltrados hipócritas!

+ populares

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

MULTIMÉDIA.SAÚDE