Derrame de combustível na Marginal pode ter provocado despiste fatal na Parede




Por Redação
30 janeiro 2019
Um despiste, seguido de capotamento, que provocou a morte de uma jovem, de 22 anos, esta quarta-feira, de manhã, na Parede, pode ter sido causado pela presença de combustível no asfalto.

Segundo Cascais24 apurou, curiosamente o acidente fatal registou-se no mesmo sentido da Marginal – Cascais para Lisboa – no qual, alguns metros atrás foi detetado um derrame de combustível.

Foi pouco depois das 8h00 que os Bombeiros do Estoril foram acionados para a presença de combustível no asfalto, entre o forte de Santo António e os semáforos de São Pedro do Estoril.

O chefe Joaquim Barbosa, dos Bombeiros do Estoril, confirmou, a Cascais24, que “os bombeiros, com o apoio do serviço municipal de Proteção Civil, procederam de imediato ao corte da via e aos trabalhos de limpeza, entre o forte de Santo António e os semáforos de São Pedro, que é onde termina a nossa área de intervenção”.

Porém, ninguém sabe se na continuação da Marginal haveria ou não mais combustível derramado no asfalto.

A verdade é que, sensivelmente à mesma hora, um ligeiro, proveniente dos Jardins de Parede, contornou a rotunda da BP e entrou na Marginal, tomando a direção de Lisboa.

Ao volante seguia uma jovem, de 22 anos que perto das Residências Montepio, na Parede, veio a despistar-se e a capotar violentamente.

Em estado muito grave, a jovem condutora ainda foi evacuada para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, mas não resistiu aos ferimentos, acabando por falecer.

Nas operações de socorro estiveram mobilizados 12 operacionais, apoiados por 5 veículos, dos Bombeiros de Parede, VMER e PSP.

“Desconhecemos o que possa ter estado na origem do acidente”, disse, por sua vez, a Cascais24, Pedro Araújo, comandante dos Bombeiros de Parede.

Quer os trabalhos de limpeza de via devido ao derrame de combustível, provocado por veículo desconhecido, quer o despiste fatal obrigaram ao corte da Marginal, no sentido de Cascais para Lisboa. O tráfego foi desviado para localidades do interior, causando alguns caos na circulação dado tratar-se de uma hora de ponta
Imprimir

8 comentários:

Anónimo disse...

é muito triste uma jovem falecer neste local! SEJA POR CAUSA DO DERRAME DE GASOLINA OU NÃO. Há vários anos que alerto as Estradas de Portugal sobre aquela curva na Parede no sentido Cascais Lisboa. Pois infelizmente já vi muita gente falecer neste local! E até agora nada foi feito!

Anónimo disse...

Segundo costa foi um derrame de óleo de uma máquina varredora da empresa cascais ambiente...

Anónimo disse...

Hoje de manhã estava um “rio” de combustível no fim da Avenida Florinda Leal (junto da Casa da Torre).

Sofia Afonso disse...

Faz 3 anos dia 19 de Março que tive um acidente no mesmo sítio, não havia nada na estrada, simplesmente estava a chuviscar e perdi o controlo do carro, o carro ao bater no muro captou, tive muita sorte que só fiquei com algumas negras no corpo e um traumatismo no tórax. Ninguem imagina o que senti enquanto o carro deu uma volta e meia,só pensando que podia ir parar ao mar, muito medo! Sei também de outros casos de despiste neste local, é sem dúvida um sítio e uma curva muito perigosos.

Casimiro B. Conceição disse...

Digam-me que não é verdade!
Os bombeiros procederam "aos trabalhos de limpeza, entre o forte de Santo António e os semáforos de São Pedro, que é onde termina a nossa área de intervenção” !!!!
E não fizeram mais nada ?
Não informaram os serviços de Coordenação ? Não avisaram os colegas da Parede ? A Proteção Civil do concelho não soube que havia derrame na estrada ? Não mandou avançar os bombeiros responsáveis por limpar a continuação da estrada? Os bombeiros da parede não souberam o que se estava a passar na Marginal ?

Só trataram da sua 'quintinha' e os do lado que se lixassem ?
Isto aconteceu por absoluta descoordenação e negligência ?
Ninguém ligou até que morresse ali uma pessoa ?

Não acredito.
Deve haver algum engano nesta notícia.
Esclareçam-me por favor.

Anónimo disse...

Fez 5 anos que tive um acidente ligeiramente à frente, mesmo antes de chegar à praia de Carcavelos. Tive muita solte pois não se via nada na estrada mas estava água do mar na mesma, o que provocou eu ter perdido o controlo do carro. O meu carro galgou o muro e fui parar à praia (12 metros de altura). Felizmente só tive uma negras e um pequeno ematoma na cabeça.
Tanta gente que já morreu naquele sitio e nada é feito....sorte dos que podem dar o seu testemunho. É importante agir, reforçar o asfalto naquela zona, qualquer coisa...

Unknown disse...

quem tem responsabilidade que a assuma, houve uma vitima mortal e a culpa é de alguém..por isso esse alguém que se chegue á frente...

Anónimo disse...

Os meus pais cairam à praia neste mesmo local, num dia de chuva hà 22 anos atras . Esta curva é um perigo e com tanta gente a perfer a vida aqui nao pecebo porque nao se colocam rails ou aumentam a altura do passeio. É um perigo para os condutores para quem transita naquela zona. É vergonhoso

+ populares

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

MULTIMÉDIA.SAÚDE