Líder da extrema-direita grava vídeo a condenar ataques contra o Estado de Direito a partir de condomínio em Cascais




                              22 janeiro 2019
O líder da extrema-direita, Mário Machado, gravou esta terça-feira, a partir do condomínio onde vive, no concelho de Cascais e tendo por pano de fundo a bandeira do novo partido que está a criar - a Nova Ordem Social (NOS) - um vídeo nas redes sociais onde condena os ataques com cocktails molotov registados na última madrugada, um dos quais contra a Esquadra da PSP da Bela Vista (Setúbal) e anuncia que formalizou junto do Ministério Público queixas contra Joana Mortágua e Mamadou Bo, ambos do Bloco de Esquerda, por “incitamento à violência”.

Machado desafia, ainda, a procuradora Cândida Vilar, que foi tão célere a acusar os rapazes que atacaram a Academia de Alcochete de terrorismo, a “perseguir e acusar por terrorismo” os autores dos ataques contra a Autoridade do Estado de Direito.

Finalmente, Mário Machado lança um desafio “aos patriotas e nacionalistas” para que “no dia 1 de fevereiro não fiquem em casa” e adiram à manifestação de homenagem a Oliveira Salazar. “Temos que demonstrar a nossa força”, mas salvaguarda e apela que “sempre na base da legalidade”.

Veja o vídeo gravado esta terça-feira a partir do condomínio onde vive em Cascais


O conhecido líder da extrema-direita portuguesa, que cumpriu, entretanto, mais de dez anos de prisão, entrevistado pelo jornalista da TVI Bruno Caetano, esteve no dia 3 de janeiro, no Você na TV, à conversa com Maria Cerqueira Gomes e Manuel Luís Goucha onde falou sobre a sua ideologia e alguns dos temas mais sensíveis nos quais esteve envolvido nos últimos tempos.

No decorrer da entrevista, Mário Machado mostrou o seu descontentamento em relação às políticas seguidas pelo atual Governo português.

Defendeu que António de Oliveira Salazar faz muita falta hoje em dia. «Um Salazar não chegaria, teriam que ser mais dois ou três», assegurou, não sem sublinhar que Salazar «conseguiu que existisse respeito pela autoridade, seja dos netos pelos avós, seja pela polícia» e que «nada disso existe hoje em dia», o que levou a um aumento «galopante da criminalidade".

Único filho de uma família de classe média, Mário Machado afirmou na entrevista que descobriu o nacionalismo «por moda», aos 15 anos. 

Durante o tempo que esteve preso, Machado aproveitou para estudar e formar-se em direito e garantiu que não é racista até porque, ainda por cima, tem diversos amigos de outras etnias, não se revendo nas posturas raciais ou xenófobas da extrema-direita.

Machado revelou, ainda, que, até 2020, quer tornar em partido a Nova Ordem Social (NOS).


Imprimir

3 comentários:

Sandro Figueiredo Pires disse...

Lamento que aches que chamares a um criminoso "líder" seja algo edificante!!!
Um criminoso é um criminoso e não se dá tempo de antena a criminosos que se pudessem te calavam à pancada!!!
Ser um idiota útil da extrema-direita é que é de lamentar!!!

Unknown disse...

Admira-me esta postura do Cascais24, na pessoa deste seu responsável: fazer propaganda a um neonazi reconvertido a "bem comportado" e "defensor do estado de direito"(como se isto fosse crível) e apelar a "uma manifestação de homenagem a Salazar" ... Ou será que isto é notícia pela personagem viver num condomínio em Cascais? Haverá aqui um fascínio parolo pelos condomínios? Que tristeza.

Raquel Ribeiro disse...

Lamento tanto ainda haver pessoas , que condenam uma pessoa que já cumpriu a sua pena !
Ainda lamento mais , que essas mesmas pessoas falem de justiça , quando discriminalizam uma pessoa que já pagou a sua dívida que tinha perante a sociedade ( JÁ NÃO TÊM!) . Contudo, não se livra do rótulo que lhe puseram!!
E falam de justiça!?
Justiça era ver os nossos idosos com boas reformas , não com as miseráveis reformas que tem!
Injustiça, sim, é saber que albergamos pessoas vindas nem se sabe de onde, com direito a casas , subsídios e entre tantos outros benefícios.
Agora estarem-se a preocupar, se vive num condomínio, só porque alguém escreveu é tao pequenino!!
Por acaso alguém i conhece!? Não!! Claro que não!! Mas o rotularem um a pessoa é mais fácil!!

Publicação em destaque

NATAL chegou à Grande Lisboa

A época mais mágica do ano chegou a Lisboa. Os dias mais frios e mais curtos, as luzes pelas ruas das cidades, os mercadinhos, o cheiro a ch...

FOI NOTICIA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA