MÃE e filho cazaques feridos em agressões mútuas

SEGURANÇA

AGRESSÕES mútuas entre mãe e filho naturais do Cazaquistão acabaram nos hospitais

Por REDAÇÃO
08 novembro 2021 | 21h21

Uma mulher, 49 anos, e o filho, 29 anos, ambos naturais do Cazaquistão, tiveram que ser assistidos, esta segunda-feira, à tarde, na habitação, em Abóboda, na sequência de alegadas agressões mútuas, tendo ambos necessidade de ser transportados às urgências dos hospitais de Cascais e S. Francisco Xavier, apurou Cascais24horas.

O alerta para alegadas agressões na habitação, num quadro de violência doméstica, foi dado pouco depois das cinco horas da tarde.

Já no local, os Bombeiros de Carcavelos e S. Domingos de Rana assistiram as duas vítimas.

A mulher foi transportada para a urgência do Hospital de Cascais, enquanto o filho foi evacuado para o Hospital de S. Francisco Xavier, no Restelo, em Lisboa.

Isabel Candeias, adjunto do Corpo de Bombeiros de Carcavelos e S. Domingos de Rana, contatada por Cascais24horas, limitou-se a confirmar a intervenção do socorro a "duas pessoas, que foram transportadas em duas ambulâncias do nosso corpo de bombeiros e unidades hospitalares".

Desconhecem-se as circunstâncias em que mãe e filho entraram em conflito físico violento na habitação.

Para além dos Bombeiros de Carcavelos e S. Domingos de Rana, no local esteve uma patrulha móvel da PSP da 56ª Esquadra (Trajouce), que tomou conta da ocorrência.






Sem comentários:

Publicação em destaque

LIBERAIS exigem compromisso de ministro para a conclusão da ligação da Linha de Cascais à de Cintura até 2027

A Assembleia Municipal de Cascais aprovou, esta segunda-feira, uma moção apresentada pela Iniciativa Liberal (IL) que reitera a necessidade ...

FOI NOTICIA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA