Lisboa: a 6º melhor cidade do mundo para umas férias saudáveis

LIFESTYLE


AP
23 setembro 2022 | 15h13

Se fossem necessários mais motivos para se escolher Lisboa para desfrutar de umas férias fantásticas, este do qual lhe vamos falar poderá ser determinante.

O mundo já conhece as maravilhas que compõem a cidade das 7 colinas, e este ano a capital portuguesa foi distinguida com o selo da 6ª melhor cidade do mundo para passar umas férias saudáveis, o que se tornou extremamente benéfico para a gestão de apartamentos turísticos em Lisboa.

A From Mars, plataforma online que se especializa em questões de saúde, é a responsável pela criação do Top 10 das cidades para uma férias saudáveis, cujo estilo de vida são e a oferta de infraestruturas são uma prioridade.

6ª em 50

Lisboa destacou-se no seu 6º lugar dentro numa lista de 50 cidades internacionais. A capital grega, Atenas ficou em quinto lugar enquanto Miami, nos Estados Unidos da América, ocupou a quarta posição.

No pódio encontram-se outras 3 cidades: Las Vegas, também nos Estados Unidos da América, com a medalha de bronze; Paris, a capital francesa no segundo lugar, e no degrau mais alto, Barcelona, na vizinha Espanha.

Férias saudáveis em Lisboa

Para que as cidades possam entrar neste ranking são avaliados vários parâmetros que permitem classificar a qualidade e quantidade dos espaços, quer sejam eles públicos ou privados, que estão à disposição dos turistas que querem manter um estilo de vida saudável mesmo nas férias.

A cidade de Lisboa chegou ao número 6 da lista pela imensa oferta de restaurantes saudáveis. Quem vier passar uns dias como turista a Lisboa conta com mais de 320 espaços para uma refeição deliciosa e amiga da saúde.

Também foram levados em consideração os 14 complexos desportivos para quem não quer dar férias ao exercício físico.

Muitos restaurantes e poucos trilhos

Contudo, a capital ficou um pouco aquém do desejado no que diz respeito ao número de trilhas e de parques.

Mesmo assim, segundo os dados recolhidos nesta classificação, Lisboa conta com mais de 70 hotéis que disponibilizam o ginásio aos seus hóspedes. Porém os números não terminam por aqui, e juntam-se 53 hotéis que permitem que os seus visitantes dêem umas boas braçadas nas suas piscinas, e 19 belos parques ou jardins ideais para uma corridinha matinal.

Posto isto, quem não dispensa hábitos saudáveis nas férias e recorra à gestão de apartamentos turísticos em Lisboa, conseguirá encontrar tudo o que precisa para não ganhar aqueles quilos habituais que adquirimos nos momentos de lazer.

O Sol, o rio e a temperatura

Para além das infraestruturas, dos complexos desportivos e dos espaços naturais, Lisboa tem outros 3 fatores que fazem toda a diferença no momento de a escolher como um destino de férias saudáveis no que diz respeito à prática do exercício físico. São raríssimas as cidades que têm a luminosidade e a incidência solar que Lisboa oferece.

Outro detalhe passa pelas temperaturas amenas que caraterizam as estações meteorológicas da cidade, permitindo a prática do exercício físico no exterior em qualquer altura do ano.

Por fim, e não menos o importante, a presença do Rio Tejo. Em quantas cidades os turistas encontrarão um cenário tão brilhante como o da beira-rio alfacinha?

Hotéis, apartamentos, quartos, etc…

São muitas as alternativas para quem escolher a 6ª melhor cidade para umas férias cuidadas e saudáveis. Pode optar pelos tais hotéis que dispõem das infraestruturas necessárias para a prática de desporto.

Contudo para quem preferir um alojamento local, um apartamento ou um quarto tem a cidade toda à sua disposição para correr, caminhar ou para praticar qualquer tipo de atividade física.

Seguramente, não encontrarão «ginásio» maior que este.

Numa pesquisa pelos motores de gestão de apartamentos turísticos em Lisboa não faltarão as melhores opções de alojamento.




Sem comentários:

Publicação em destaque

REGIÃO interior de Cascais foi a mais fustigada pelo mau tempo

O interior do concelho de Cascais foi o mais fustigado pelo mau tempo, sobretudo pela forte precipitação que assolou a região entre o final ...

FOI NOTICIA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA