JUDICIÁRIA chamada a investigar fogo que deflagrou em ecoponto e consumiu totalmente dois veículos

SEGURANÇA

FOGO terá começado no ecoponto (à esquerda) e as chamas alastrado aos dois veículos, completamente destruídos e atingiu ainda a fachada do edifício (Crédito: BVCARCAVELOS E S. DOMINGOS DE RANA)

Por REDAÇÃO
14 maio 2022 | 15h07

A secção de crimes de incêndio da Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa e Vale do Tejo foi chamada pela PSP a investigar o fogo que, este sábado, de manhã, deflagrou num ecoponto e acabou por alastrar a dois veículos, que ficaram totalmente consumidos pelas chamas, na rua Garcia de Resende, em Cabeço de Mouro, S. Domingos de Rana, apurou Cascais24h.

O alerta para o incêndio, com chamas alterosas e bastante ativas, foi dado por volta das onze horas da manhã.

Aparentemente iniciado num ecoponto, em circunstâncias que agora a PJ vai procurar apurar, as chamas acabaram por atingir dois veículos que estavam estacionados, bem como a fachada e, ainda, o exterior de um rés-do-chão e de um primeiro andar do edifício, nos quais causaram danos.

Já no local, oito operacionais dos Bombeiros de Parede, com um autotanque, e dos Bombeiros de Carcavelos e S. Domingos de Rana com um veículo urbano de combate a incêndios, lograram extinguir as labaredas, impedindo maiores estragos. 

PEDRO Carvalho, 2º Comandante dos Bombeiros de Carcavelos e S. Domingos de Rana, que comandou as operações, disse que "os estragos materiais provocados por este incêndio serão, certamente, muito elevados". 

Para além dos dois Corpos de Bombeiros, também a PSP com duas patrulhas móveis e o Serviço Municipal de Proteção Civil de Cascais compareceram no local.

Entretanto, esta tarde esperava-se que uma equipa da PJ efetuasse no local a recolha de vestígios.

Notícia relacionada

+ ÚLTIMA HORA | FOGO destrói veículos em Cabeço de Mouro












Sem comentários:

Publicação em destaque

BOMBEIROS travam fogo que ameaçava chegar ao concelho de Cascais

Já está praticamente dominado o incêndio rural que deflagrou, esta sexta-feira, à tarde, em Rio de Mouro (Sintra) e progrediu assustadoramen...

FOI NOTICIA

BLOGS