HOMEM em preventiva depois de partir nariz da mulher à cabeçada

JUSTIÇA


Por REDAÇÃO
19 dezembro 2022 | 16h07

Um homem, 56 anos, foi detido em Alcabideche e viu confirmada a prisão preventiva por violência doméstica, depois de ter fraturado o nariz da mulher à cabeçada. 

O suspeito foi detido na última quinta-feira por militares do Núcleo de Investigação e Apoio a Vitimas Especificas (NIAVE) do Comando Territorial da GNR de Lisboa.

Os investigadores apuraram que o suspeito exercia violência física e psicológica sobre a vítima, sua companheira de 54 anos.

Acabou detido na sequência de um mandado de detenção, emitido depois da vítima ter formalizado queixa ao ser agredida à cabeçada.

Reformado por doença hepática, embora fizesse biscates na área da construção civil, o detido viu confirmada a prisão preventiva.

Recorda-se que a violência doméstica é crime público e denunciar é uma responsabilidade coletiva. Se precisar de ajuda ou tiver conhecimento de alguma situação de violência doméstica participe:

·         No Portal Queixa Eletrónica, em queixaselectronicas.mai.gov.pt;

·         Via telefónica, através do número de telefone: 112;

·         No Posto da GNR mais próximo à sua área de residência, tendo os nossos contactos sempre à mão em www.gnr.pt/contactos.aspx;

·         Na aplicação App MAI112 disponível e destinada exclusivamente aos cidadãos surdos, em http://www.112.pt/Paginas/Home.aspx;

·         Na aplicação SMS Segurança, direcionada a pessoas surdas em www.gnr.pt/MVC_GNR/Home/SmsSeguranca.




Sem comentários:

Publicação em destaque

SEMÁFOROS avariados há 3 semanas provocam caos no trânsito em rua estreita de Manique de Baixo

SAIBA mais  

FOI NOTICIA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA