GNR de Alcabideche acode a violência doméstica a quase 30 km de distância. Suspeito ficou em prisão preventiva

SEGURANÇA


Por REDAÇÃO
07 abril 2022 | 19h40

Um homem, 34 anos, de nacionalidade brasileira, suspeito de violência doméstica, viu confirmada a prisão preventiva, esta quinta-feira, depois de ter sido detido em Assafora, no vizinho concelho de Sintra, por uma patrulha móvel da GNR de Alcabideche (Cascais), disse, a Cascais24h, fonte judicial.

Reincidente no crime de violência doméstica, alegadamente provocada pelo consumo de álcool e por ciúmes doentios, o suspeito depois de ver validada a prisão preventiva recolheu ao Estabelecimento Prisional de Lisboa (EPL), adiantou fonte do Tribunal de Sintra.

A GNR de Alcabideche interveio, deslocando-se cerca de 26,3 km até Assafora, S. João das Lampas, esta quarta-feira, à noite, depois de acionada em reforço devido às patrulhas do Subdestacamento de Sintra estarem empenhadas noutras ocorrências.

Já no local, os militares da GNR e bombeiros de Sintra constataram que a vítima, mulher, 33 anos, também de nacionalidade brasileira, apresentava sinais de agressão.

No entanto, a mulher recusou-se a ser transportada à unidade hospitalar e acabou por receber assistência no local por parte da tripulação da ambulância de emergência pré-hospitalar dos Bombeiros de Sintra.

O suspeito acabou por receber voz de detenção e depois de ter pernoitado na sala de detenção da GNR foi submetido a primeiro interrogatório judicial e viu confirmada a prisão preventiva.






Sem comentários:

Publicação em destaque

FOGO que começou em Rio de Mouro ameaça chegar ao concelho de Cascais

Um incêndio que deflagrou, esta sexta-feira, ao início da tarde, em área de mato, em Rio de Mouro, tem vindo a progredir devido ao vento e a...

FOI NOTICIA

BLOGS