GNR acaba com festa com mais de 100 pessoas na antiga fábrica das meias em Alcabideche

SEGURANÇA

GNR interrompeu este sábado festa com 100 convivas 
12 abril 2021 | 15h54
Uma festa que reuniu mais de 100 pessoas em convívio junto à antiga fábrica das meias, entre Alcabideche e Alcoitão, foi interrompida, este sábado, por militares da GNR de Alcabideche, apoiados por uma força da Unidade de Intervenção (UI) que, para além de terem identificado 97 convivas, confiscaram, ainda, drogas e equipamento de som.

Segundo uma nota do Comando Territorial da GNR de Lisboa, divulgada esta segunda-feira, a Guarda atuou “na sequência de uma denúncia de ruído”.

Já no local, os militares da Guarda verificaram tratar-se de uma festa ilegal que decorria com mais de 100 pessoas, cuja divulgação foi realizada através das redes sociais. 

Por esse motivo, foi de imediato desencadeada uma operação policial para identificar as pessoas que participavam na festa ilegal e para terminar com a mesma.

No decorrer das diligências policiais, foi possível identificar 97 pessoas por em incumprimento do dever geral de recolhimento domiciliário, tendo sido elaborado o respetivo auto de contraordenação.

No seguimento da ação foram ainda elaborados dois autos de contraordenação no âmbito do regulamento geral do ruído e três por consumo de estupefacientes, tendo sido remetidos à Comissão para a Dissuasão da Toxicodependência.

No decurso da intervenção policial, que contou com o apoio do Grupo de Intervenção de Ordem Pública (GIOP) da Unidade de Intervenção (UI), foram confiscadas 13 doses de haxixe, um controlador de DJ, três colunas de som, um tripé, um gerador, um computador portátil e auscultadores. 

ANTIGA fábrica das meias que em fevereiro esteve à venda em leilão eletrónico

A antiga fábrica das meias, entre Alcabideche e Alcoitão, está desativada há cerca de 30 anos e votada ao mais completo abandono e em fevereiro último esteve em leilão eletrónico através da empresa Avalibérica, mas não terá recebido qualquer proposta de compra.

No entanto, tem sido aproveitada para práticas de paintball e airsoft.

Com paredes grafitadas e longos corredores, o espaço serviu, igualmente, há dois anos, para simulacros da Proteção Civil.

 

Em maio de 2019, por exemplo, foi palco do “Cascade19”- um exercício de proteção civil em que os bombeiros participaram num cenário de nível III com um simulacro sísmico. 


Noticia relacionada

+Antiga fábrica das meias em Alcabideche sem compradores em leilão eletrónico




Sem comentários:

Publicação em destaque

BOMBEIROS de Parede salvam canídeo de poço. Veja o vídeo do resgate

CANÍDEO aguarda pelo socorro (Créditos: BVParede) RESGATADO COM SUCESSO . Um canídeo foi resgatado, esta quarta-feira, de manhã, pelos Bomb...

FOI NOTICIA

BLOGS