Ferido em estado crítico em despiste de motociclo em Alcoitão

SEGURANÇA

FERIDO politraumatizado foi assistido por uma ambulância dos Bombeiros de Parede que circulava casualmente pelo local de regresso ao quartel (Foto Arquivo)

Por REDAÇÃO
16 março 2021 | 20h46

Um homem, 32 anos, ficou ferido em estado crítico no despiste do motociclo que conduzia, esta terça-feira, ao final da tarde, na avenida Raul Windipo, entre Alcabideche e Alcoitão.


Na sequência do despiste, registado depois das seis horas da tarde, o motociclista foi projetado.

Foi assistido no local em menos de um minuto pela tripulação de uma ambulância de emergência pré-hospitalar dos Bombeiros de Parede, que passava casualmente, de regresso ao quartel, depois de deixar um doente no Hospital de Cascais.

Também um enfermeiro que passava casualmente pelo local prestou os primeiros socorros ao ferido.

Na altura, o tráfego rodoviário foi controlado por um agente da PSP que, também, casualmente, circulava por aquela avenida.

À chegada dos Bombeiros de Alcabideche, que fizeram deslocar dois veículos, o motociclista ferido estava a ser estabilizado no interior da ambulância de Parede, que acabou por efetuar o seu transporte para a urgência do Hospital de São Francisco Xavier, no Restelo, em Lisboa, acompanhada pela VMER do Hospital de Cascais.

O homem foi considerado um ferido "em estado crítico", devido aos múltiplos traumatismos sofridos durante a projeção no asfalto depois do despiste.

Ao todo, nas operações de socorro estiveram mobilizados 16 operacionais e seis veículos, nomeadamente os Bombeiros de Parede e de Alcabideche, a moto do INEM e a VMER, além do enfermeiro e do agente da PSP que passavam casualmente, bem como a GNR, que registou a ocorrência.





Sem comentários:

DESTAQUE.

Liberais alertam para degradação e abandono da Bataria de Parede

ABANDONO.   O Núcleo Territorial de Cascais da Iniciativa Liberal (IL Cascais) alertou, em comunicado, para “a crescente degradação e abando...

+ populares