DETIDO pela PSP por atear fogo em mata junto à Quinta do Barão

SEGURANÇA

(Créditos: Cascais24Horas | Arquivo)

Por REDAÇÃO
27 julho 2022 | 19h38

Um homem, 41 anos, alegadamente com perturbações mentais, foi detido pela PSP, em Carcavelos, por suspeita de ter ateado numa mata da Quinta do Barão um incêndio que só não atingiu veículos estacionados nas proximidades devido à rápida intervenção dos Bombeiros de Carcavelos e S. Domingos de Rana.

Segundo a PSP, o suspeito foi intercetado nas proximidades, depois de um morador que testemunhou a partir da varanda da sua casa a ignição do incêndio ter fornecido aos agentes as suas caraterísticas.

Atendendo ao facto do suspeito demonstrar indícios de perturbações mentais, apresentando um discurso desconexo da realidade, foi o mesmo, ao abrigo da Lei de Saúde Mental, conduzido ao Hospital de Cascais para avaliação clinico-psiquiátrica, tendo ficado internado em unidade psiquiátrica.

O fogo, que consumiu cerca de 300m2 de mato, foi combatido e resolvido pelos Bombeiros que, graças à sua rápida intervenção, impediram que as chamas chegassem a diversas viaturas automóveis que estavam parqueadas nas imediações da área ardida.

Apesar do suspeito ter sido detido pela PSP, o caso foi participado à Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa e Vale do Tejo, a qual ficou a cargo de diligências posteriores.




Sem comentários:

FOI NOTICIA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA