MISSÃO CUMPRIDA! Comissários lusos às 24h de Le Mans regressam a Lisboa

Desporto

Por Redação
18/06/2018

Os 17 Comissários oficiais de pista portugueses, dois deles oriundos do concelho de Cascais, que participaram nas 24h de Le Mans, chegam com o sentimento de “missão cumprida” esta segunda-feira, ao final da noite, ao Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

“Foi uma prestação excelente, bastante positiva”, diz, na hora de partida de Le Mans, Ricardo Santos, um dos comissários lusos na maior prova automobilística de endurance do Mundo, que teve lugar no Circuito de la Sarthe, em França.

Recorda-se que esta 86.ª edição de Le Mans foi ganha pela tripla Fernando Alonso, Sebastien Buemi e Kazuki Nakajima, da “Toyota”-  marca que participa desde 1987 e nunca tinha alcançado a vitória. 

Esta 86.ª prova de Le Mans ficou, também, marcada, pelo regresso dos Comissários portugueses, 25 anos depois da sua última presença neste circuito mundial de resistência, que é disputado desde 1923.

Formada por 15 homens e duas mulheres, esta equipa de Comissários embarcou para Le Mans na terça-feira passada, de madrugada, no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

Os 17 comissários oficiais de pista lusos, que são todos licenciados pela Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) e foram acreditados depois de inscritos no Automobile Club de l`Ouest (ACO), em França.

Bruno Cabral, de Alcabideche, e Ricardo Guerra, de Carcavelos, foram os dois Comissários oficiais de pista oriundos do concelho de Cascais, que integraram a “fantástica” equipa portuguesa.

Os restantes comissários foram: Alda Vitorino (Seixal); Armando Nascimento (Azeitão); Fidelio Rio Maior (Sintra); Heloisa Diogo (Quarteira); João Oliveira (Cacém); José Santos (Amadora); Luis Santos (Sintra); Luis Silva (Braga); Nuno Azevedo (Loures); Nuno Catarino (Seixal); Pedro Silva (Sintra); Ricardo Martins (Castelo Branco); Ricardo Peres (Almada); Ricardo Santos (Vila Franca de Xira) e  Tiago Rio Maior (Sintra).



Imprimir




Sem comentários:

Publicação em destaque

TRIPULANTE russo de navio mercante resgatado depois de queda a bordo

Um cidadão de nacionalidade russa, 55 anos, tripulante de um navio mercante de pavilhão de Antígua e Barbuda, foi resgatado esta segunda-fei...

FOI NOTICIA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA