COVID19. Surto na cadeia de Tires por alegada falta de prevenção

COVID19

DIRETOR-Geral Rómulo Mateus esteve esta quinta-feira à tarde em Tires a inteirar-se da situação

Por REDAÇÃO 
05 novembro 2020   

Uma alegada falta de prevenção, em tempo útil, pode ter contribuído para o surto de Covid19 detetado no Estabelecimento Prisional de Tires, no qual, neste momento, três dezenas de reclusas estão de quarentena, três outras positivas foram, entretanto, transferidas, e duas guardas prisionais estão em confinamento nas habitações.

Já esta quinta-feira, à tarde, aparentemente devido às noticias tornadas públicas, não obstante responsáveis prisionais, alegadamente terem procurado manter o caso em sigilo, o Diretor-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais, o Procurador Rómulo Augusto Mateus, deslocou-se ao Estabelecimento Prisional de Tires para inteirar-se da situação, apurou Cascais24.

Presume-se que o foco da infeção tenha sido uma reclusa de Tires, condenada por homicídio, que na quinta-feira passada foi transferida para o Hospital Prisão de Caxias, onde foi confirmado estar positiva, depois de ter estado internada numa unidade de saúde pública.

Uma rusga levada a cabo no estabelecimento prisional, há alguns dias, também pode ter contribuído para o surto. A diligência foi, então, criticada pelo próprio presidente do Sindicato da Guarda Prisional, Jorge Alves que, sem sucesso, chegou mesmo a pedir o seu adiamento devido aos riscos de propagação, por "colocar em perigo guardas e reclusas".

O surto no Estabelecimento Prisional de Tires terá surgido em, pelo menos, dois pavilhões e num dos quais estão agora de quarentena cerca de 30 reclusas.







Sem comentários:

Publicação em destaque

LIBERAIS exigem compromisso de ministro para a conclusão da ligação da Linha de Cascais à de Cintura até 2027

A Assembleia Municipal de Cascais aprovou, esta segunda-feira, uma moção apresentada pela Iniciativa Liberal (IL) que reitera a necessidade ...

FOI NOTICIA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA