“CORCUNDA de Notre Dame” no Casino oferece na estreia valor da bilheteira à Associação Ajuda de Berço

CULTURA


Por JOSÉ D`ENCARNAÇÃO
19 outubro 2022 | 15h07

O Auditório do Casino Estoril estreia, este sábado, o musical “Corcunda de Notre Dame”- uma produção da Artfeist, com o valor apurado neste dia na bilheteira a ser oferecido à Associação Ajuda de Berço, que garante a proteção de crianças de todo o País.

O ciclo de representações renova-se, aos Sábados e aos Domingos, às 11h00 e às 15h30.

Uma das obras mais célebres do mundo adaptada ao teatro musical numa versão memorável e emotiva para toda a família, onde a justiça, a amizade e o amor vencem num espectáculo sobre a apaixonante história de Quasimodo, o Corcunda de Notre Dame!

Imbuído por um ódio racial sem limites, Frollo, manteve Quasímodo fechado na catedral durante toda a sua vida, ordena o fim da comunidade cigana parisiense. Os seus planos acabam por fracassar ao perder o poder emocional sobre Quasimodo e o apoio do Capitão Febo, tudo por causa da bela e destemida Esmeralda, uma cigana que desafia os princípios de Frollo e encoraja Quasimodo a lutar pela liberdade.

Marginal e isolado como sineiro da catedral onde viveu toda a vida social, Quasimodo, simboliza a diferença e a luta pela aceitação  social. Esmeralda representa a comunidade cigana da época, perseguida na história pelo juiz eclesiástico Frollo, aludindo à necessidade de luta contra a xenofobia.

Elenco: JP Costa - Quasimodo,  Mafalda Tavares - Esmeralda, Hugo Rendas - Frollo, Diogo Garcia - Capitão Febo, Joana Leal - Gárgula,  Sara Teixeira - Gárgula, Sophia Monteiro - Gárgula, Bernardo Raposo - Padre Gregório,  Tomás Eira - Diego/Manolo, Rodrigo Balseiro, Cátia Pimpista e João Silva.

Ficha Técnica: Encenação: Bruna Andrade | Direção vocal: Daniel Galvão | Adaptação e música original: João Lopes Dias | Produção musical: Miguel Teixeira | Produção: Diogo Chamorra | Direção: Ricardo Castro.






Sem comentários:

FOI NOTICIA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA