OPINIÃO

VOZ DO BRASIL

CASCAISHOPPING integra 2ª edição da campanha “Ajudar não pode parar” para apoiar crianças com material escolar

ATUAL

CAMPANHA arranca esta sexta-feira

Por ANDREIA GUERREIRO*
26 agosto 2021 | 16h41 | Atualizada a 31 agosto 2021 | 19h44

A segunda edição da campanha “Ajudar não pode parar” arrancou esta sexta-feira no CascaiShopping, inserida numa campanha nacional que abrange 18 centros comerciais* geridos pela Sonae Sierra, e decorre até ao dia 6 de setembro. Esta iniciativa, realizada em parceria com o Banco de Bens Doados da "Entrajuda", tem como objetivo angariar material escolar no valor de €70 000 para doação a mais de 3.000 crianças de famílias carenciadas. A entrega de conjuntos de material escolar pretende aliviar o orçamento destas famílias no regresso às aulas e tem como ambição contribuir para prevenir casos de abandono e insucesso escolar.

No CascaiShopping, a recolha de materiais novos está a  decorrer em frente ao hipermercado Continente, junto à loja Prisma. Os materiais escolares a doar incluem cadernos, resmas de papel, lápis de carvão, canetas esferográficas, lápis e canetas de cor, réguas, tesouras, borrachas, estojos e mochilas.

As crianças que vão receber estes conjuntos escolares pertencem a famílias previamente identificadas a nível regional e que recebem apoio nas mais de 60 instituições a nível nacional identificadas para a Campanha pelo parceiro Banco de Bens Doados da ENTRAJUDA, instituições estas que estão inseridas nas freguesias dos centros e algumas adjacentes.

Carla Bonito, diretora do CascaiShopping, refere que “a primeira edição do projeto ‘Ajudar não pode parar’ teve um enorme impacto na vida destas famílias, pelo que era mais do que natural que pudéssemos dar continuidade a este movimento, este ano. Estamos empenhados em continuar a ajudar a comunidade a ultrapassar os desafios que a pandemia nos trouxe.” 

ISABEL Jonet: “As crianças são vítimas silenciosas desta crise e com o confinamento e o ensino remoto, as crianças de famílias com carências económicas enfrentaram dificuldades acrescidas, seja no acesso às aulas online, seja até em termos de qualidade de vida"
_________________________________________________

Isabel Jonet, presidente da "Entrajuda", realça que “as crianças são vítimas silenciosas desta crise e com o confinamento e o ensino remoto, as crianças de famílias com carências económicas enfrentaram dificuldades acrescidas, seja no acesso às aulas online, seja até em termos de qualidade de vida. Não há dúvida de que a pandemia acentuou as diferenças no acesso à educação e esta campanha representa um esforço conjunto para apoiar muitas famílias neste regresso às aulas particularmente desafiante sendo, ao mesmo tempo, um contributo para que estas crianças possam recuperar alguma da normalidade perdida no último ano. Permite realizar um dos objetivos do desenvolvimento sustentável, apoiando a luta contra a pobreza.”

Esta é a segunda edição do projeto “Ajudar não pode parar”, lançado pela Sonae Sierra. A primeira edição foi destinada à recolha de bens alimentares para entrega a famílias carenciadas, durante o confinamento, e angariou um total de 36 mil quilos de alimentos, contribuindo para mais de 70 mil refeições. Estas iniciativas são realizadas no âmbito do programa “Consciência Somos Nós”, no qual os centros comerciais geridos pela Sonae Sierra pretendem informar, sensibilizar e apoiar a comunidade nas áreas da responsabilidade social e ambiental. Desde 2018 até ao momento, estes centros já apoiaram perto de 400 instituições e mais de 450 ações sociais, às quais se juntam agora mais 60 instituições e mais de 3.000 crianças apoiadas por esta segunda edição.

*Fonte: Adagietto




Sem comentários:

Publicação em destaque

AGENTES da PSP de Cascais salvam empresário inglês em paragem cardiorrespiratória

EXCLUSIVO |  Agentes da 50ª Esquadra da PSP (Cascais) salvaram um empresário inglês, que esta quinta-feira, de madrugada, tinha entrado em ...

FOI NOTICIA

BLOGS