Bombeiros de Parede resgatam pastor alemão que ladrava há dois dias com “saudades” do dono falecido

ATUAL

INTERVENÇÃO dos Bombeiros de Parede acabou com "sofrimento" de pastor alemão


17 abril 2021 | 16h22
Os Bombeiros de Parede, com o apoio da Equipa de Intervenção da Associação São Francisco de Assis, resgataram, esta sexta-feira, à noite, um cão pastor alemão que, na habitação, na Madorna, ladrava insistentemente, porventura com saudades do dono, falecido dois dias antes.



O animal recolheu, entretanto, à Associação São Francisco de Assis.

 

Segundo disse, a Cascais24, Pedro Araújo, comandante dos Bombeiros de Parede, “esta quarta-feira tínhamos assistido, a pedido de um seu amigo, e transportado ao Hospital de Cascais o dono da habitação”.

 

O homem, 54 anos, acabou por falecer naquela unidade hospitalar.

 

Em casa, sem que alguém tivesse dado pela sua presença, ficou um cão, pastor alemão.

 

“Já esta sexta-feira, os latidos excessivos do animal, alertaram os vizinhos que, por sua vez, pediram auxílio aos Bombeiros de Parede”, contou, ainda, o comandante Pedro Araújo. 

COMANDANTE Pedro Araújo: “Podemos dizer que as cinco liberdades deste cão foram asseguradas, e a Missão dos Bombeiros de Parede cumprida com êxito”

No local, um rés-do-chão na avenida dos Bombeiros Voluntários, na Madorna, os Bombeiros aperceberam-se, então, que tinham feito o transporte do proprietário, ao hospital, dois dias antes, e que este tinha falecido.

 

“A partir deste facto surgiram de imediato suspeitas que o ladrar excessivo do cão podia dever-se à separação e consequente falta de assistência, dando-se por isso início a uma operação de resgate do animal”, acrescentou Pedro Araújo. 

EQUIPA de Intervenção Rápida da Associação São Francisco de Assis recolheu o canídeo

Para o resgate do canídeo, os Bombeiros de Parede contaram com a colaboração da PSP, do Serviço Municipal de Proteção Civil de Cascais e do Serviço de Intervenção Rápida, do Centro de Proteção Animal de Cascais, da Associação São Francisco de Assis, para onde foi transportado cerca das 23h20.

 

“Podemos dizer que as cinco liberdades deste cão foram asseguradas, e a Missão dos Bombeiros de Parede cumprida com êxito”, concluiu o comandante Pedro Araújo, não sem deixar de citar Mahatma Gandhi de que “a grandeza de uma nação pode ser julgada pelo modo que os seus animais são tratados”. 



 

 

 


Sem comentários:

Publicação em destaque

DIAP de Sintra manda PJ fazer buscas à Câmara de Cascais 5 anos depois de denúncias de vereadores da oposição

Inspetores da Unidade Contra a Corrupção da PJ fizeram buscas, esta quarta-feira, de manhã, nos Paços do Concelho de Cascais e nas instalaçõ...

FOI NOTICIA

BLOGS