EXEMPLO DE HUMANISMO. Jovem prostrada em passadeira foi encontrada por motorista da Scotturb que nunca a abandonou até à chegada de socorro

EXCLUSIVO

Gustavo Gonçalves, o motorista da Scotturb que encontrou e assistiu a jovem prostrada na passadeira
Por VALDEMAR PINHEIRO
28 agosto 2020
Uma jovem, 19 anos, prostrada em posição de decúbito dorsal numa passadeira da avenida Infante Dom Henrique, em Cascais, esta quarta-feira, à noite, foi encontrada e assistida até à chegada dos bombeiros por um motorista da Scotturb.

O motorista, Gustavo Gonçalves, que conduzia o autocarro 427 Buscas Cascais, constatou, ao circular por aquela avenida, que estava um corpo deitado no pavimento.

Eram 21h08 de esta quarta-feira.

“Imobilizei a viatura e aproximei-me da jovem que estava inanimada”, conta, a Cascais24, o motorista de transportes público, que veio a revelar-se um exemplo de cidadania e de humanismo.

“Verifiquei que a jovem tinha pulso/ritmo cardíaco e, posteriormente, consegui que ela abrisse os olhos e fosse falando comigo”, recorda Gustavo Gonçalves.

“Ela disse-me ter perdido os sentidos e que tinha caído, aos poucos”, acrescenta o motorista, segundo o qual a jovem forneceu o nome, idade e queixava-se de que “sentia fortes dores de cabeça e nas pernas e tinha muito sono”.

De seguida, o motorista da Scotturb pediu socorro, via 112, relatando o que estava a acontecer.

“Apagou duas vezes”

O motorista da Scotturb que encontrou e assistiu inicialmente a jovem conta que esta “apagou duas vezes momentaneamente, levando-me a pensar no pior”.

“Voltei a insistir e, felizmente, ela reagiu, segurou-me nas mãos com força e só me pedia para não a abandonar”, lembra Gustavo Gonçalves. 
Gustavo Gonçalves manteve-se sempre junto da jovem até à chegada dos Bombeiros de Cascais
“Pedi-lhe que estivesse tranquila e não adormecesse que eu já tinha pedido assistência e que iria estar ao seu lado para ajudar”, recorda, ainda, o motorista da Scotturb.

Gustavo Gonçalves manteve-se sempre junto da jovem até à chegada dos Bombeiros de Cascais.

“Momentos difíceis e angustiantes”

O motorista profissional ao serviço da Scotturb, que é descrito por colegas como “uma pessoa excecional”, salientou “a forma como toda a equipa de socorro agiu”.

“Foram todos incansáveis e muito profissionais, colaborei com a equipa e só deixei o local quando foi a jovem transportada para o hospital”, adianta Gustavo Gonçalves, que afirma esperar e desejar “sinceramente que a jovem, onde estiver, que esteja bem porque tem um futuro pela frente”. 

“Nunca esquecerei os momentos difíceis e angustiantes porque passámos”, conclui Gustavo Gonçalves, que recusa agradecimentos pelo seu extraordinário ato de cidadania, mas que agora gostaria de saber qual o estado de saúde da jovem que socorreu e nunca abandonou até à chegada de socorro.

A jovem, recorda-se, acabou por ser transportada pelos Bombeiros de Cascais à urgência do Hospital de São Francisco Xavier, no Restelo, em Lisboa, onde foi assistida.

Noticia relacionada
+Bombeiros de Cascais socorrem jovem de 19 anos prostrada em passadeira



1 comentário:

Casola disse...

Parabéns ao motorista, não cheguei a trabalhar com ele mas muito me alegra saber que veste a mesma farda que usei por 4 anos ... ��

NOTÍCIAS MAIS LIDAS nos últimos 7 dias