MARGINAL. Obras na muralha só esta quarta-feira deverão estar concluídas

Segurança

Por Redação
25 novembro 2019

Só esta quarta-feira deverá estar concluída a intervenção de emergência que o município iniciou na muralha de contenção da Marginal, entre a rotunda de São Pedro do Estoril e o cruzamento de Parede. 

As primeiras previsões para a conclusão dos trabalhos apontavam para o último sábado, mas terá surgido a necessidade da intervenção ser mais profunda, devido ao estado muito avançado de degradação da muralha.

Para além do preenchimento dos vazios - locas - com betão, está a ser efetuada execução de pregagens para uma maior consolidação estrutural. 

Adicionalmente, foi também executada e concluída a projeção de betão nos taludes com forte fissuração e despreendimentos da pedra que sustenta a muralha.
Vereador Nuno Piteira Lopes
Segundo responsáveis municipais, entre os quais o vereador Nuno Piteira Lopes, o tráfego rodoviário tem circulado sem grandes congestionamentos e, por razões de segurança da grua e entrada e saída de camiões de betonagem, continua a ser mais seguro manter interdita à circulação, a faixa de segurança, mais à direita e numa extensão de cerca de 300 metros e no sentido de Lisboa. 

“A segurança das pessoas e bens é primordial e é prioritária”, defendeu, antes do início dos trabalhos, o chefe do governo local de Cascais, Carlos Carreiras, justificando o projeto de intervenção urgente, orçado em 150 mil euros e depois de análises e pareceres do Serviço Municipal de Proteção Civil.
Carlos Mata, diretor do Serviço Municipal de Proteção Civil, e Carlos Carreiras, chefe do governo local de Cascais
Recorda-se, no entanto, que a recuperação estrutural da muralha está orçada em cerca de dois milhões de euros e envolve a Infraestruturas de Portugal e a Agência Portuguesa do Ambiente.

Noticia relacionada
Imprimir



Sem comentários:

MAIS PROCURADAS

MULTIMÉDIA.SAÚDE

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."