Feridos em colisão eram crianças que viajavam em carro em fuga desde o Fim do Mundo por suspeita de tráfico de drogas

Segurança

 

Por Redação
01 janeiro 2019
Os três feridos leves na colisão registada esta terça-feira, ao final da tarde, junto do CascaiShopping, em Alcabideche, entre um Volkswagen Golf em fuga à polícia e um BMW foram três três crianças, de 4 meses, dois e 5 anos, apurou Cascais24.

As três crianças, que foram transportadas à urgência pediátrica do Hospital de Cascais pelos Bombeiros de Alcabideche, viajavam no Volkswagen Golf que, momentos antes, tinha sido intercetado a efetuar alegadamente transações de droga no Bairro do Fim do Mundo, na Galiza, em São João do Estoril.

Intercetado por uma brigada da Esquadra de Investigação Criminal, o condutor, pai das crianças, colocou-se em fuga desenfreada, desobedecendo a sucessivas ordens de paragens.

Na fuga, o Volkswagen Golf entrou na A5 na rotunda da Galiza, perto da Escola Superior de Turismo, acabando, uns quilómetros mais à frente, por sair na rotunda perto do Hospital de Cascais, tomando a direção, a alta velocidade, da A16.

Todavia, mais à frente, acabou por entrar na faixa paralela à A16 e por colidir com um veículo, marca BMW, que estava a circular por uma das saídas do estacionamento do CascaiShopping.

Em consequência, o BMW acabou por capotar, sem que o condutor sofresse ferimentos.

A colisão provocou, no entanto, ferimentos leves nas três crianças que seguiam no Volkswagen Golf e que vieram a ser evacuadas para o Hospital de Cascais pelos Bombeiros de Alcabideche.

Já no local, os agentes da PSP detiveram o condutor do Volkswagen Golf, um homem, de 29 anos, e a mulher, de 27 anos, que viajava a seu lado.

O homem não possuía carta de condução e a mulher foi detida por transportar estupefacientes na mala, disse, a Cascais24, fonte do Comando Metropolitano da PSP de Lisboa (Cometlis).

"As três crianças são filhas do casal suspeito, que foi detido", acrescentou o Oficial de Serviço do Cometlis, segundo o qual "estão em curso diligências para apurar todos os pormenores do caso".

As crianças, depois de assistidas, foram entregues aos cuidados de um familiar.

Entretanto, o casal suspeito deverá ser submetido a primeiro interrogatório judicial.

Imprimir



Sem comentários:

+ populares

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

MULTIMÉDIA.SAÚDE