Luís Brito orgulhoso com o desempenho do Team Portugal na "Fórmula 1" da vela

Desporto


Por Redação 
09/07/2018

Luís Brito, o mentor e co-skipper da jovem equipa do Team Portugal nas Extreme Sailling Séries, que decorreu em Cascais durante 4 dias e terminou este domingo, afirmou “estar muito orgulhoso dos jovens velejadores” portugueses nas regatas que acabaram por dar a vitória no Act4 à equipa suíça Alinghi.

“Foi uma semana difícil, com muito vento, muita aprendizagem para esta jovem equipa do Team Portugal e estou muito contente e muito orgulhoso destes jovens velejadores. E espero voltar no próximo ano com uma equipa melhor preparada e mais fortes”, declarou Brito.


A equipa suíça que venceu em Cascais
Arnaud Psarofaghis, Nicolas Charbonnier, Nils Frei, Yves Detrey e Timothé Lapauw velejaram praticamente sem falhas durante o evento, conquistando a terceira vitória em quatro Acts entretanto realizados na época de 2018. Os suíços, que chegaram a Cascais empatados em pontos com os dinamarqueses da SAP Extreme Sailing Team, ficaram contentes por se distanciarem novamente na liderança.


“É óptimo ganhar aqui, em Cascais. Velejámos muito bem durante toda a semana e, praticamente, que fizemos más regatas. A equipa fez um excelente trabalho voando no campo de regatas. Resumidamente, estamos muito contentes”, disse o co-skipper e leme, Arnaud Psarofaghis. 

Recorda-se que o Act 4 ficou marcado pela quebra do recorde de velocidade máxima nos 12 anos do circuito, registado pela SAP Extreme Sailing Team. Aproveitando ao máximo o vento de Cascais e as características perfeitas do barco, a equipa dinamarquesa atingiu os 37,9 nós (cerca de 70,1 km/h) no segundo dia do evento (sexta-feira). Por esse facto, a pela SAP Extreme Sailing Team recebeu o troféu Zhik Speed Machine.


Nas Flying Phantom Series, a equipa portuguesa da UON Sailing Team terminou no quarto lugar, mas levou o troféu Owner Drive [o melhor classificado com o seu próprio barco]. “Foi espantoso competir aqui em Cascais. Passámos quatro fantásticos dias de vela, com condições perfeitas em cada tarde. Tivemos imenso apoio em terra e alcançámos o nosso objectivo de vencer o prémio Owner Drive, por isso, estamos muito contentes”, disse Hélder Basílio que, com José Caldeira, forma a UON Sailing Team.  

No final do Act 4, em Cascais, as Extreme Sailing Series viram os seus esforços por realizarem um evento o mais sustentável possível reconhecidos pela Sailors for the Sea, com o Gold Award do seu programa ‘Clean Regattas’.

Os prémios às equipas vencedoras foram entregues por Maria do Céu Garcia, em representação da Câmara Municipal de Cascais, Miguel Horta e Costa, Comodoro do Clube Naval de Cascais e pelo seu vice-presidente Francisco Brito e Abreu.

As Extreme Sailing Series™ viajam agora para Cardiff (Grã-Bretanha), para o Act 5, que terá lugar entre 24 e 27 de Agosto. Depois, este circuito mundial, vai passar ainda por San Diego (EUA) antes de terminar em Los Cabos (México).


Extreme Sailing Series™ 2018 Act 4, Cascais

Classificação após o 4.º Dia, 28 regatas (08/07/18)


Posição / Equipa / Pontos

1.º, Alinghi (SUI) Arnaud Psarofaghis, Nicolas Charbonnier, Timothé Lapauw, Nils Frei, Yves Detrey: 309 pontos

2.º, SAP Extreme Sailing Team (DEN) Rasmus Køstner, Adam Minoprio, Julius Hallström, Pierluigi de Felice, Richard Mason: 294 pontos

3.º, INEOS Rebels UK (GBR) Will Alloway, Leigh McMillan, Oli Greber, Adam Kay, Mark Spearman: 288 pontos

4.º, Oman Air (OMA) Phil Robertson, Pete Greenhalgh, James Wierzbowski, Stewart Dodson, Nasser Al Mashari: 282 pontos

5.º, Red Bull Sailing Team (AUT) Roman Hagara, Ed Powys, Neil Hunter, Dan Morris, Rhys Mara: 250 pontos
6.º, Team México (MEX) Erik Brockmann, Tom Buggy, Alex Higby, Tom Phipps, Danel Belausteguigoitia Fierro: 222 pontos

7.º, Team Portugal (POR) Luís Brito, Henrique Brites, Adam Piggott, Bernardo Loureiro, João Assoreira: 182 pontos



Extreme Sailing Series™ 2018

Classificação Geral 
Posição / Equipa / Pontos
1.º, Alinghi (SUI) 45 pontos
2.º, SAP Extreme Sailing Team (DEN) 44 pontos
3.º, Oman Air (OMA) 41 pontos
4.º, INEOS Rebels UK (GBR) 37 pontos
5.º, Red Bull Sailing Team (AUT) 33 pontos
6.º, Team México (MEX) 27 pontos
7.º, NZ Extreme Sailing Team (NZL) 7 pontos

Flying Phantom Series Act 4, Cascais
Classificação após o 4.º Dia, 22 regatas (08/07/18)


Posição / Equipa / Pontos

1.º, Idreva Zephyr Foiling (FRA) Charles Hainneville, Thibault Julien: 438 pontos
2.º, Team France Jeune (FRA) Morgan Lagravière, Manon Audinet: 430 pontos
3.º, Culture Foil (FRA) Nicolas Ferellec, Théo Constance: 397 pontos
4.º, UON (POR) José Caldeira, Helder Basilio: 393 pontos
5.º, Masterlan (CZE) David Krizek, Milan Harmacek: 365 pontos
6.º, Flying Frogs (FRA) Kim Ann Le Formal, Arnaud Vasseur: 354 pontos
7.º, EVO Visian ICL (GER) Raphael Neuhann, Elias Neuhann: 353 pontos


Flying Phantom Series 2018

Classificação Geral

Posição / Equipa / Pontos

1.º Team France Jeune (FRA) 79 pontos
2.º Idreva Zephyr Foiling (FRA) 76 pontos
3.º Culture Foil (FRA) 71 pontos
4.º UON (POR) 62 pontos
5.º Flying Frogs (FRA) 59 pontos
6.º Masterlan (CZE) 55 pontos
7.º EVO Visian ICL (GER) 42 pontos
8.º Red Bull Sailing Team (AUT) 36 pontos
9.º Team France Jeune 2 (FRA) 17 pontos
10.ª Pegasius Project (FRA) 16 pontos
11.º Team France Jeune 3 (FRA) 14 pontos
12.º Surikat Coordination (FRA) 11 pontos
13.º Cup Legend (FRA) 10 pontos


Imprimir



Sem comentários:

+ populares

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

MULTIMÉDIA.SAÚDE