Detidos pela PJ por sequestro, roubo e agressão a empresário em preventiva

SEGURANÇA

Por VALDEMAR PINHEIRO
07 setembro 2020
Ficaram em prisão preventiva os três suspeitos de terem sequestrado e mantido em cativeiro durante 15 longas horas um homem, 26 anos, empresário da área de restauração, com estabelecimentos abertos em Cascais e na Margem Sul, que foi atraído a um apartamento do Estoril para manter relações íntimas com duas jovens, uma delas sua conhecida.

Os suspeitos, um homem, de 26 anos, e duas mulheres, de 19 e 27 anos  sobre os quais recaem fortes indícios da prática de crimes de roubo agravado, sequestro, associação criminosa, burla informática e nas telecomunicações e, finalmente, detenção de arma proibida, conheceram esta segunda-feira as medidas de coação aplicadas pelo juiz de Instrução Criminal de Cascais.

O homem recolheu ao Estabelecimento Prisional de Caxias e as duas mulheres à cadeia de Tires.

Um quarto elemento do grupo continua foragido e a ser procurado pela Brigada Antirroubo da Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa e Vale do Tejo.

Recorda-se que ao entrar no apartamento, no Estoril, a vítima foi manietada por dois homens, que o agrediram violentamente, tendo de seguida a amarrado e amordaçado e simulado uma execução com uma pistola.

“Toda a situação foi filmada pelos agressores, os quais aspergiram, também, o ofendido com álcool, simulando a sua imolação”, segundo revelou a investigação da Brigada Antirroubo da Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa e Vale do Tejo.

Durante o cativeiro, o homem foi desapossado de vários bens pessoais de muito valor, tendo ainda sido obrigado a fornecer o código de acesso do seu cartão bancário de débito, a partir do qual os sequestradores efetuaram duas transferências para uma conta no valor de 4 mil euros.

A vítima só foi libertada depois de prometer aos sequestradores entregar-lhes mais tarde cerca de 50 mil euros.

O plano para sequestrar e extorquir o jovem empresário, que ostentaria sinais exteriores de riqueza, foi posto em prática em julho último.

As duas mulheres, uma delas, 19 anos, conhecida da vítima, convidou o jovem empresário para manter relações íntimas juntamente com uma amiga, a suspeita, de 27 anos, no apartamento que ela possui no Estoril.

Noticia relacionada
+ PJ PRENDE 3 SUSPEITOS. Empresário atraído para sexo no Estoril acabou sequestrado 15 horas, filmado, agredido e sem 4 mil euros na conta bancária












Sem comentários:

+ populares

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

MULTIMÉDIA.SAÚDE