GNR de Alcabideche com 4 novos veículos entregues pela Câmara

Segurança

Os quatro meios auto entregues em Cascais à GNR de Alcabideche (Foto CMCASCAIS)
Por Redação
28 julho 2019

Em regime de comodato, a Câmara Municipal de Cascais entregou esta semana ao Subdestacamento Territorial da GNR de Alcabideche dois veículos destinados ao patrulhamento na área da freguesia e dois motociclos de todo o terreno mais vocacionados para a área do Parque Natural Sintra e Cascais.

Carlos Carreiras
Na cerimónia, que teve lugar frente ao edifício dos Paços do Concelho, em Cascais, o chefe do governo local, Carlos Carreiras justificou que “não sendo competência legal da autarquia”, a entrega de estes meios auto “não implica que não haja a possibilidade de uma forte colaboração entre a autarquia, o poder central e, neste caso, a GNR”.

Já o coronel Jorge Goulão, comandante do Comando Territorial de Lisboa da GNR e um dos antigos comandantes do extinto Destacamento de Oeiras, do qual dependia o então posto da GNR de Alcabideche, agradeceu esta “colaboração”, tendo sublinhado “o apoio incondicional” que o município de Cascais tem vindo a prestar à GNR.

Jorge Goulão
Goulão salientou, ainda, a importância da entrega de estas viaturas, que servirão de apoio “a um modelo de policiamento integrado e proactivo que assenta numa eficaz articulação de meios não só na vertente territorial, mas também no âmbito ambiental, trânsito e intervenção muitas vezes apoiado e reforçado pela estrutura de investigação criminal”. 
 
Entretanto, segundo Cascais24 apurou junto de fonte do Ministério da Administração Interna, a GNR, em Alcabideche, deverá ser substituída, no máximo dentro de três anos, pela PSP que detém mais de 90 por cento do policiamento e segurança do concelho de Cascais.

“O policiamento e a segurança no concelho de Cascais deverá estar entregue a uma única força de segurança”, adiantou a mesma fonte, segundo a qual “o objetivo é evitar a duplicação de meios”, o que, recordou, “ era, de resto, já uma das intenções da reestruturação dos dispositivos territoriais da PSP e da GNR postos em prática em finais de 2007”.

Por outro lado, adiantou a mesma fonte, “o crescimento exponencial, registado nos últimos anos, da densidade populacional na freguesia, constitui outra das razões pelas quais deverá ser norteada esta substituição”.

Recorda-se que a GNR de Alcabideche, a depender do Destacamento Territorial de Sintra depois da extinção do mesmo, em Oeiras, então sediado em Porto Salvo, que também passou para a PSP e a extinção do posto de Trajouce, que também foi transferido para o dispositivo da Polícia, funciona quase que numa “ilha”.

Instalado na estrada das Tojas, o Subdestacamento de Alcabideche partilha o espaço do antigo quartel militar com a Direção de Investigação Criminal da GNR, que funciona no edifício principal e são cerca de 60 os militares que fazem parte do seu atual efetivo.

Imprimir






Sem comentários:

Publicação em destaque

REGIÃO interior de Cascais foi a mais fustigada pelo mau tempo

O interior do concelho de Cascais foi o mais fustigado pelo mau tempo, sobretudo pela forte precipitação que assolou a região entre o final ...

FOI NOTICIA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA