Caso de sarampo na Secundária de São João do Estoril está a ser seguido pela Autoridade de Saúde

Saúde


22 janeiro 2020
A Autoridade de Saúde de Cascais está a seguir um caso de sarampo detetado este domingo e confirmado esta segunda-feira, ao final da tarde, num aluno da Escola Secundária de São João do Estoril, apurou Cascais24.

Embora não existam aparentes motivos para alarmismos, a Autoridade de Saúde do Concelho de Cascais procedeu a um levantamento dos contatos entre alunos da turma do estudante doente, bem como de outras turmas que tiveram aulas na mesma sala, bem como junto de docentes e funcionários.

A Autoridade de Saúde, soube, ainda, Cascais24, procedeu, entretanto, à verificação da situação vacinal de alunos, docentes e não docentes e estará a exercer vigilância clínica.

A mesma Autoridade de Saúde alerta, no entanto, para que as pessoas que tenham estado em contato direto com o aluno e manifestem sintomas de febre, tosse, conjuntivite, rinite, fotofobia e aparecimento de manchas no corpo devem contatar o SNS24, através do número 808 24 24 24.

Recorda-se que a transmissão da doença é feita por via aérea e o período de incubação varia entre 10 e 12 dias em média, mas poderá estender-se por um período até 21 dias.

Já o período de contagiosidade é de 4 dias antes e até 4 dias depois do início do aparecimento de manchas no corpo (exantema).

Neste momento, apurou, ainda, Cascais24, não existirão razões para encerrar a Secundária de São João do Estoril, pois segundo a Autoridade de Saúde "o sarampo é uma doença de evicção escolar, não sendo necessário o encerramento do estabelecimento escolar".

Todavia, recomenda o reforço do arejamento das salas de aula.

A Autoridade de Saúde do concelho de Cascais assegura estar "a monotorizar permanentemente esta situação" na Secundária de São João do Estoril, "intervindo caso seja necessário".
Imprimir

Sem comentários:

MAIS PROCURADAS

MULTIMÉDIA.SAÚDE

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."