BIZARRO. Jovem ator sem pé cortado por comboio arrasta-se até ao skate park de São João do Estoril a pedir ajuda

Segurança



                      27 outubro 2019

O jovem, de 22 anos, colhido este sábado, ao final da tarde, por um comboio, em São João do Estoril, sofrendo a amputação do pé direito, conforme Cascais24 noticiou em primeira mão em ALERTA, é um antigo ator da série Floribella e de “Morangos com Açúcar”.

Diogo Carmona foi colhido pelo comboio, em circunstâncias ainda por apurar, entre as estações de São Pedro e de São João do Estoril, mas praticamente em frente ao Skate Park, apurou Cascais24.

Sem o pé direito, que ficou na via férrea, onde foi recolhido mais tarde pelos Bombeiros do Estoril, o jovem ainda teve forças para arrastar-se até ao Skate Park, onde pediu ajuda e veio a receber assistência, tendo sido depois de estabilizado transportado ao Hospital de São Francisco Xavier.

Frequentador habitual do Skate Park de São João do Estoril, Diogo Carmona estaria a atravessar uma fase difícil, sem emprego e perspetivas de futuro e, inclusivamente, no ano passado, teria manifestado nas redes sociais intenção de colocar termo à vida.


"Esta é a minha carta de suicídio metafórico. Os motivos são vários, desde a minha trágica história de vida, que teve a sua ascensão e a sua queda (que, se continuar vivo, cairá mais), à minha indecisão/ambiguidade", começou, então, por escrever.

"Estou nesta indecisão, entre estar vivo e morto (…) Não aguento esta ambiguidade! Vim ao mundo para repor a ordem de tudo e isso inclui conseguir a felicidade dos outros para a minha miséria", continua.

"Estou em casa, deitado na cama o dia todo a pensar no que fiz, no que não fiz e no que não vou fazer (…) Estou em casa à espera que me respondam de um emprego (…) Mandei o meu currículo para call centers, para ser vigilante, para cafés (…) Não há uma resposta", continuou.

"Sou o Diogo Carmona! Não sou o Cristiano Ronaldo, nem a Cristina Ferreira, mas sou um jovem ator de 21 anos que faz isto desde os 5! Expliquem-me. Como é que isto chegou até aqui? Têm algum plano para mim? Querem-me ver ainda pior? Estão a conseguir", terminou.


Entretanto, uma frequentadora do mesmo Skate Park de São João do Estoril publicou nas redes sociais que o ator terá tentado este sábado "pôr termo à vida numa linha de comboio".

“Ontem o Diogo quis pôr termo à vida numa linha de comboio… hoje o Diogo tem menos uma perna… O Diogo dificilmente conseguirá voltar a fazer a única coisa que o distraia – o skate!», conta, recordando que “a primeira vez que vi o Diogo foi na televisão. Puto giro, desenrascado, cheio de pinta. Mais tarde comecei a vê-lo pelos skate parques deste país. Trocámos uns sorrisos e uns beijinhos de circunstância, sempre educado, sempre empenhado nas suas manobras. Um dia a mesma televisão que me apresentou o Diogo menino deu-me a conhecer o Diogo com problemas, o Diogo com doenças do foro psicológico complicadas (não serão todas?), com dificuldades familiares sérias… mas o Diogo permanecia por ali no skate parque e continuava a espalhar sorrisos e beijinhos de circunstância”.

Já a mãe de Diogo Carmona afirmou, em setembro do ano passado, nas redes sociais, que o filho sofria de «um distúrbio de personalidade». 


Imprimir













.








1 comentário:

Unknown disse...

É o grande problema dos nossos jovens, sem emprego e sem perspectivas de futuro.É triste esta realidade!

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

Abrigos precisam-se!

Quem põe na ordem donos de caninos?

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo
Artigo de OPINIÃO Drª Francisca Delerue

Expulsemos as traquitanas