BIZARRO. Empreiteiro falido mata mulher e suicida-se no mesmo sítio onde há 6 anos outra mulher imolou-se pelo fogo

Segurança

 
Um empreiteiro matou a mulher e suicidou-se de seguida, tendo
                           26 setembro 2019
os corpos do casal, na casa dos 50 anos, dado como desaparecido desde terça-feira da Malveira (Mafra), sido encontrados esta quinta-feira de manhã, na mata junto aos depósitos de água, na Malveira da Serra (Cascais) - no mesmo sítio onde, por ironia do destino, há seis anos uma mulher, então com 40 anos, também oriunda de Mafra, ter-se-á imolado pelo fogo junto da sua viatura

Os corpos da mulher que, segundo Cascais24 apurou, teria tentado o suicídio por duas vezes, e do homem foram descobertos esta manhã, próximo da sua viatura, num cenário que, à partida, aponta para homicídio, seguido de suicídio.

O homem, ainda segundo Cascais24 apurou, possuía uma empresa de construção civil, praticamente falida e com muitas dívidas.

Segundo disse, a Cascais24, o tenente-coronel Luís Barreto, do Comando Territorial da GNR de Lisboa, os corpos foram descobertos por uma patrulha do Subdestacamento da GNR de Alcabideche, "também envolvida nas buscas para localizar o casal, que estava desaparecido desde terça-feira".

Inicialmente, os militares terão detetado o veículo e, pouco depois, a escassos metros, descoberto os corpos, junto aos quais estava uma espingarda caçadeira, provavelmente utilizada naquilo que as autoridades avançam poder tratar-se de um homicídio, seguido de suicídio.

Presume-se que o homem tenha morto a mulher e a seguir colocado termo à vida com a mesma caçadeira.

As autoridades não divulgaram mais pormenores.

Os corpos foram removidos depois de cumpridas as formalidades legais e da comparência de peritos forenses do Laboratório de Polícia Científica e de inspetores da Secção de Homicídios da Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa e Vale do Tejo.

Cascais24 apurou, entretanto, que há seis anos, no mesmo local uma mulher, então com 40 anos, também residente na área de Mafra, foi encontrada completamente carbonizada, junto da sua viatura. Na altura, junto do corpo, a GNR de Alcabideche encontrou um jerrican com gasolina que a mulher usou para, alegadamente, imolar-se pelo fogo.
Imprimir



Sem comentários:

+ populares

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

MULTIMÉDIA.SAÚDE