Bombeiros do concelho de Cascais voltam a recorrer ao Orçamento Participativo para adquirir veículos e equipamentos

Atual


Os cinco Corpos de Bombeiros do concelho de Cascais voltam este ano a recorrer ao Orçamento Participativo (OP) para adquirir veículos de socorro, de combate a fogos florestais e equipamentos.


Os Bombeiros Voluntários de Alcabideche (OP32) precisam de equipamentos de proteção individual para 100 operacionais e de uma ambulância de socorro para emergências pré-hospitalares, tudo orçado em 300 mil euros.


Já os Bombeiros de Carcavelos e São Domingos de Rana (OP33) necessitam de uma ambulância de socorro e de um veículo de combate a incêndios. O montante é de 205 mil euros.




Também os Bombeiros Voluntários do Estoril (OP34) pretendem adquirir duas ambulâncias de socorro e equipamentos de proteção individual, tudo no valor de 262 mil euros.






Com o código OP35 surgem os Bombeiros Voluntários de Cascais com a aquisição de um veículo florestal de combate a incêndios e de um outro, este um tanque tático florestal de combate a incêndios 4X4 para um orçamento de 300 mil euros.






Finalmente, os Bombeiros Voluntários de Parede (OP36) precisam de uma ambulância de socorro, um veículo ligeiro de apoio às operações e de equipamento de proteção individual, tudo no valor de 300 mil euros.




Recorda-se que a votação para os 36 projetos do Orçamento Participativo (OP17) de Cascais iniciou-se este sábado, prolongando-se até ao próximo dia 8 de dezembro.

Sem comentários:

MAIS PROCURADAS

MULTIMÉDIA.SAÚDE

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."