ONDE PÁRA A GNR? Corridas ilegais junto ao Autódromo colocam em causa segurança rodoviária e perturbam moradores

Segurança

Por Redação
18 agosto 2019

A via interna, paralela à A16 e junto ao Autódromo do Estoril, tornou-se, aos sábados, de madrugada, palco de corridas ilegais de carros, o chamado “street racing”, pondo em causa a segurança da circulação rodoviária e, pelo barulho ensurdecedor dos veículos, perturbando a tranquilidade e o sossego noturno dos moradores dos vizinhos bairros Calouste Gulbenkian e Cruz Vermelha.

Um morador de um dos bairros próximos denunciou, a Cascais24, que esta “situação tornou-se recorrente, desde há cerca de 3 meses” e manifestou-se indignado por as autoridades policiais “não atuarem em conformidade”. 
  
“Onde pára, afinal, a GNR?”, questiona, revoltado, este morador, que enviou a Cascais24 um vídeo das corridas, este sábado à noite, e partilhado nas redes sociais, nomeadamente no Instagram. 

Cascais24 procurou contatar este domingo a comandante do Subdestacamento da GNR de Alcabideche, tenente Inês Rabaça, mas sem sucesso.

Recorda-se que a vertigem da velocidade e o gosto de viver no limite levam cada vez mais condutores, sobretudo jovens, a participarem em corridas não autorizadas de carros, o chamado “street racing”, que tem provocado algumas mortes no nosso País.

A nível nacional, as forças de segurança tem sugerido um conjunto de medidas preventivas para tentar pôr um travão a este fenómeno, mas também tem reconhecido sérias dificuldades em lidar com o problema.

Já quem pratica o “street racing” considera que “as corridas nunca vão acabar”.

Algumas corridas ilegais chegam mesmo a ser publicitadas nas redes sociais, nomeadamente no Instagram com os “pilotos” em prova, como é o caso das provas junto ao Autódromo do Estoril.

A par dos carros, as corridas ilegais de motos de grande cilindrada também têm usado algumas vias de Cascais, nomeadamente a Marginal e o Guincho, havendo a registar, pelo menos, quatro mortos em acidentes nos últimos meses.


Imprimir

5 comentários:

Anónimo disse...

A GNR não tem tempo .
Anda a fazer de UBER aos camionistas

Anónimo disse...

Estamos mais uma vez, perante uma noticia do Cascasi24, onde não se procura a verdade dos factos, e publica-se uma noticia alarmista sem verificar a veracidade do ocorrido, posso dizer que eu estava no local, a GNR apareceu com uma viatura e a seguir outra, e pelo que me apercebi fizeram uma detenção de um rapaz. (existem video a comprovar)
Está noticia é sensacionalista.
A maioria das pessoas ali presentes aceitaram as ordens dos guardas e mais nada se passou.
Existiu civismo.
O Cascais24 jornalismo tendencioso.

Anónimo disse...

Como é possível os moradores queixarem-se de ruído com uma auto estrada bem junto do bairro, com baias sonoras KKKKKKKKKKKKK.

Cidadão que cumpre a lei disse...

Convido os condutores que dizem que existe civismo e que praticam crimes com essa prática (condução perigosa) na via pública, entre as 23h30 e as 2h00 da madrugada a dormirem com as suas famílias nas imediações do autódromo e a circularem no local em segurança com as suas famílias.
Convido o que diz que a notícia é sensacionalista a viver há 3 Meses nas imediações e a GNR só agora tomar uma atitude, como em tudo o resto na freguesia de Alcabideche e precisar da GNR e telefonar para o posto e esperar sentado pelo auxílio.

Anónimo disse...

Isto também acontece no Parede e Carcavelos N-6 e N6-7. Há corridas de motas aí.

MAIS PROCURADAS

MULTIMÉDIA.SAÚDE

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."