PJ apanha gang que fazia assaltos em Cascais para roubar apostas no Placard

SEGURANÇA

Por Redação
04 junho 2020

A Brigada Antirroubo da Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa e Vale do Tejo acaba de desmantelar um gang, sediado na Quinta da Fonte, em Loures, que vinha aos concelhos de Cascais e de Sintra fazer assaltos para roubar apostas de milhares de euros no Placard - jogo da Santa Casa da Misericórdia.

Aparentemente, o gang era formado por quatro jovens.

Um deles, 22 anos, foi detido em fevereiro e tem antecedentes por crimes graves e, entretanto, fora sujeito a medidas de coação em outros inquéritos, as quais nunca cumpriu, encontrando-se, igualmente, em situação de permanência ilegal em Portugal. Está em prisão preventiva.

Esta semana, no decurso da operação “Tenaz”, lançada no tristemente célebre bairro da Quinta da Fonte, no concelho de Loures, os inspetores da Brigada Antirroubo lograram localizar e deter três outros alegados membros do grupo, que fazem parte do total de 7 pessoas que foram detidas no final de esta ofensiva anticrime, que contou, ainda, com a participação da PSP.

Os três suspeitos são um jovem, 21 anos, detido em flagrante delito, por detenção de arma proibida. Os outros dois, ambos de 18 anos, são suspeitos da prática de crimes de roubo qualificado, coação agravada e detenção de arma proibida.

Os detidos são suspeitos de, no passado mês de janeiro, conjuntamente com o outro autor e em prisão preventiva, terem entrado em vários estabelecimentos comerciais dos concelhos de Cascais e de Sintra, solicitando que fossem registadas apostas avultadas no sistema designado como PLACARD.

Após o registo das apostas, algumas de valor bastante elevado, na ordem dos milhares de euros, e quando lhes foi solicitado o pagamento respetivo, os autores ameaçaram os funcionários, exibindo armas de fogo, roubando as apostas efetuadas, pondo-se, rapidamente, em fuga.

Nas diligências realizadas, a Polícia Judiciária apreendeu uma arma de fogo, uma arma branca de grandes dimensões, munições de vários calibres, bem como uma embalagem de spray de gás pimenta.

A investigação continua em aberto, visando apurar a eventual participação dos presumíveis autores em outros crimes idênticos.



Sem comentários:

MAIS PROCURADAS

MULTIMÉDIA.SAÚDE

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."