FESTAS DO MAR. “Cascais é um concelho seguro mas não descura a prevenção" diz o município

Segurança

Por Redação
14/08/2018

As tradicionais Festas do Mar estão ai com mais um cartaz aliciante para dez dias de concertos e grande animação na Baía e no centro de Cascais, com o município, através do Conselho Municipal de Segurança, a anunciar que “Cascais é um concelho seguro, mas não descura a prevenção”.

Segundo anuncia o site oficial do município, o Conselho Municipal de Segurança reuniu esta quarta-feira com as várias forças que o compõem para analisar a situação de segurança no âmbito das Festas do Mar que decorrem, entre os dias 17 e 26.

No, entanto, na mesma nota não é revelado, afinal, quais as medidas que garantem a segurança pública da “clássica” estatística de meio milhão de pessoas que, anualmente, são atraídas pelas Festas do Mar.


Site oficial da Câmara de Cascais reforça que vivemos num concelho "seguro"!
Revela, no entanto, que “Cascais dispõe agora de um Centro de Comando (C3), plataforma operacional que integra toda a informação relativa ao concelho - da proteção civil à mobilidade - e que ajudará a autarquia e as forças de segurança a gerirem os seus serviços no quotidiano”.

“Este centro de coordenação e controlo”, adianta a “notícia” publicada no site oficial da autarquia - “integra informações relativas à segurança das pessoas e à gestão do mobiliário urbano, desde a energia aos caixotes de lixo, passando pelos engarrafamentos de trânsito ou sinais de trânsito nas ruas”.

Todos os anos, cerca de meio milhão de pessoas desloca-se a Cascais para assistir nos dez dias de programa às Festas do Mar.

Ainda de acordo com a mesma “notícia”, “as festas oferecem grande animação em plena Baía de Cascais e sempre a partir das 20h30, os concertos convidam a uma noite diferente com o Atlântico como pano de fundo. 

Segundo Cascais24 apurou, na operação de segurança aos visitantes nestes dez dias de festa estão mobilizados os tradicionais meios da Divisão Policial de Cascais da PSP, apoiados por algumas valências da Unidade Especial de Polícia (UEP), bem como Polícia Marítima e Municipal, guarnições de Bombeiros do concelho e, ainda, elementos da Segurança Privada.

Em “ação” vão estar, também, os fiscais da empresa municipal “Cascais Próxima”, que têm por missão controlar o estacionamento pago e este ano, para evitar incidentes com os OPCs, deverão ter instruções para não usurpar das suas funções.

Imprimir


Sem comentários:

Publicação em destaque

TRIPULANTE russo de navio mercante resgatado depois de queda a bordo

Um cidadão de nacionalidade russa, 55 anos, tripulante de um navio mercante de pavilhão de Antígua e Barbuda, foi resgatado esta segunda-fei...

FOI NOTICIA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA