Sequestrador capturado pela GNR de Alcabideche em preventiva depois de carjacking com refém que atropelou

Segurança

Por Redação
23 novembro 2018
Ficou em prisão preventiva um cadastrado, de 28 anos que, esta quinta-feira, à noite, foi capturado pela GNR de Alcabideche no final de uma "caça ao homem", montada depois de, na sequência de um carjacking junto ao Casino Estoril, ter feito refém o dono do carro - um jovem, de 19 anos - que veio a ser atropelado perto da Quinta Patino, na sequência de uma colisão com outra viatura.

O jovem, de 19 anos, dificilmente vai esquecer a odisseia quando foi feito refém dentro da sua própria viatura pelo cadastrado, junto ao Casino Estoril.


Atacado quando estava ao volante, pronto para arrancar, o jovem viu entrar-lhe carro dentro um desconhecido que, sob coação física, o obrigou a ocupar o banco do pendura, tendo tomado conta da viatura, que arrancou a alta velocidade.


“O plano inicial do assaltante seria roubar a viatura e, provavelmente, abandonar o jovem algures, deixando-o apeado”, disse, a Cascais24, fonte do Comando Territorial da GNR de Lisboa.


Porém, para azar do assaltante, junto à conhecida Quinta Patino, em Alcoitão, acabou por colidir na traseira de um outro veículo.


O momento foi aproveitado pelo jovem refém para fugir.


Todavia, o assaltante acabou por acelerar e na fuga atropelar o jovem, que teve necessidade de ser assistido na urgência do Hospital de Cascais.

 

Caça ao homem



Acionada por civis, aos quais o jovem pediu auxílio, a GNR de Alcabideche montou na região uma autêntica "caça ao homem" com um  forte dispositivo visando a interceção do veículo e do suspeito em fuga.


O veículo conduzido pelo suspeito acabaria por ser visualizado e perseguido, ainda na região de Alcabideche.


A certa altura, sem hipóteses de continuar a fuga, abandonou o veículo roubado e colocou-se em debandada, apeada, no que foi perseguido pelos militares, acabando por ser alcançado e neutralizado com sucesso.


Conduzido ao Subdestacamento da GNR de Alcabideche, o suspeito foi identificado como tendo 28 anos e possuir antecedentes criminais por roubos com recurso a arma de fogo, tráfico de estupefacientes, posse de arma proibida, falsificação de documentos e furto de veículo.


Inclusivamente, consta nos registos ter cumprido pena de prisão efetiva.


Submetido esta sexta-feira, à tarde, a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Cascais viu confirmada a prisão preventiva, tendo recolhido ao Estabelecimento Prisional de Caxias.
Imprimir

Sem comentários:

Publicação em destaque

O regresso ao escritório pós-Covid: modelos e medidas a adaptar

TRABALHO .  O teletrabalho deixou de ser obrigatório desde o dia 1 de agosto em Portugal. A medida estava em vigor desde janeiro deste ano, ...

FOI NOTICIA

BLOGS