Três corpos de Bombeiros de Cascais ajudaram na drenagem de pedreira de Borba com eletrobombas trifásicas

Atual

 Por Redação
02 dezembro 2018
Os corpos de Bombeiros de Alcabideche, Cascais e Estoril participaram na última semana com eletrobombas trifásicas na drenagem da água da pedreira de Borba, atingida pelo deslizamento e colapso do troço da Estrada Nacional 225, entre Borba e Vila Viçosa, no qual morreram cinco pessoas.

As eletrobombas dos três corpos de Bombeiros do concelho de Cascais têm capacidade para drenar 100 mil litros/hora, precisou, a Cascais24, Miguel Jerónimo, Adjunto de Comando dos Bombeiros de Alcabideche.

Miguel Jerónimo, Adjunto Comando de Alcabideche



"É equipamento com uma capacidade bastante elevada", acrescentou Miguel Jerónimo, segundo o qual, para além dos três corpos de Bombeiros do concelho de Cascais, também participaram com o mesmo equipamento na drenagem de águas em Borba as corporações de Sacavém e da Lourinhã.

Foi com a "preciosa" ajuda das eletro e potentes bombas trifásicas que foi possível escoar milhares de litros de água e facilitar a descoberta dos dois veículos com três das cinco vítimas que o colapso da estrada nacional provocou.

Este domingo, soube, ainda, Cascais24, as eletrobombas foram recolhidas e transportadas para a origem por uma guarnição dos Bombeiros de Alcabideche, que fez deslocar a Borba o veículo de apoio de operações VETA02.
Veículo de apoio dos Bombeiros de Alcabideche foi este domingo a Borba recolher as eletrobombas
Imprimir




Sem comentários:

Publicação em destaque

DIAP de Sintra manda PJ fazer buscas à Câmara de Cascais 5 anos depois de denúncias de vereadores da oposição

Inspetores da Unidade Contra a Corrupção da PJ fizeram buscas, esta quarta-feira, de manhã, nos Paços do Concelho de Cascais e nas instalaçõ...

FOI NOTICIA

BLOGS