Judiciária procura taxista de Lisboa que terá violado mulher em Cascais

Segurança

Por Redação
05/06/2018
Um motorista de táxi, da praça de Lisboa, é suspeito de ter violado uma mulher, na casa dos 30 anos, em Cascais, e está ser procurado pela brigada de crimes sexuais da Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa e Vale do Tejo, apurou Cascais24.

O taxista, que os inspetores da Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa e Vale do Tejo procuram identificar, localizar e deter, terá transportado a vítima no fim-de-semana, de madrugada, de uma área de diversão noturna de Lisboa para Cascais.

A mulher foi encontrada às primeiras horas da manhã, em estado de choque, na área do Guincho, por um automobilista, que acionou o 112.

Posteriormente, foi assistida na urgência do Hospital de Cascais e, mais tarde, transferida para uma unidade de saúde, em Lisboa, para exames, segundo confirmou a Cascais24 uma fonte hospitalar.

Para além do crime de violação, o motorista é suspeito de ter roubado alguns pertences pessoais da vítima - uma cidadã africana de passagem por Portugal.

Fonte da Polícia Judiciária (PJ) confirmou, a Cascais24, que "no domingo, foi comunicado pela PSP à prevenção de crimes sexuais um alegado crime de violação e roubo em Cascais, que está a ser investigado". 

A participação do caso à PJ foi também confirmada esta terça-feira, a Cascais24, por fonte do Comando Metropolitano da PSP de Lisboa (Cometlis), a qual, no entanto, escusou-se a adiantar quaisquer outros pormenores, por tratar-se de matéria sob investigação.
Imprimir



Sem comentários:

Publicação em destaque

FUNCIONÁRIA do Modelo Continente de Tires salva cliente de 81 anos em paragem cardiorrespiratória

HEROÍNA .  Ao aplicar os seus conhecimentos de suporte básico de vida, com a ajuda de um desfibrilhador, até à chegada dos Bombeiros de Pare...

FOI NOTICIA

BLOGS