GNR combate corridas ilegais junto ao Autódromo e confisca 9 veículos

SEGURANÇA



18 MAIO 2020
Forças da GNR do Comando Territorial de Lisboa lançaram, este sábado, uma operação de combate ao “street racing”, que desde há cerca de um ano tem vindo a ter por palco a via interna, paralela à A16 e junto ao Autódromo do Estoril, tendo confiscado nove viaturas, oito das quais por alteração das características regulamentares dos veículos.

Recorda-se que as corridas ilegais e manobras perigosas na via pública, junto ao Autódromo, foram, em tempos, alvo de notícia no Cascais24 e segundo a qual o chamado “street racing” estava a pôr em causa a segurança da circulação rodoviária e, pelo barulho ensurdecedor dos veículos, perturbando a tranquilidade e o sossego noturno dos moradores dos vizinhos bairros Calouste Gulbenkian e Cruz Vermelha.

Também moradores da área tinham há algum tempo denunciado e pedido a intervenção do Ministério Público (MP) de Cascais para pôr fim a estas práticas marginais.

Este domingo, de madrugada, militares do Destacamento de Sintra, com o apoio do Destacamento de Trânsito de Carcavelos, desencadearam uma operação de envergadura, que culminou na apreensão dos 9 veículos e no levantamento de 14 autos de contraordenação.

Segundo a GNR, das 9 viaturas apreendidas, oito foram por alteração das características regulamentares dos veículos, com os proprietários a serem notificados para as submeterem a inspeção extraordinária.
Já relativamente aos 14 autos de contraordenação instaurados, sabe-se que oito foram por transformação de veículos com características não averbadas no Documento Único Automóvel; três por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório; um por falta de inspeção periódica válida e, finalmente, um por circulação sem matrícula. 

Ao todo, nesta operação, a força da GNR fiscalizou 35 viaturas.
Multimédia 
(vídeo publicado por CASCAIS24 em agosto de 2019)

Noticia relacionada 
Imprimir 

2 comentários:

Miguel Ângelo Borja disse...

Uma vez assisti a estas corridas e liguei para a PSP de Cascais, era o número que tinha nos meus contactos, nem me lembrei que ali já é concelho de Sintra. O agente que me atendeu disse que não era nada com eles, eu que ligasse para a GNR de Sintra. Então ele como força de segurança não podia ligar? Não há colaboração entre as diferentes forças de segurança pública em Portugal? Lamentável.

Da Serra disse...

Só não percebo a razão de não terem actuado há mais tempo!!!
Relaxe?
Falta de importância?
Enfim, mais vale tarde do que nunca, mas, que vaio tarde... veio!

MAIS PROCURADAS

MULTIMÉDIA.SAÚDE

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."