Ameaçou "cortar pescoço" à mãe que lhe negou dinheiro para a droga

SEGURANÇA

Por Redação
03 junho 2020
Um homem, na casa dos 50 anos, foi detido e indiciado por, entre outros crimes, ter ameaçado com uma arma branca "cortar o pescoço" à mãe, 72 anos, que lhe negou entregar dinheiro para a droga.

Segundo o Diap de Cascais, entre fevereiro e maio último o "arguido deslocou-se à residência da mãe, sita na área do município de Cascais", furtando diversos bens e apoderando-se de "quantias monetárias que a vítima detinha na sua carteira, retirando-lha por meio da força e de ameaça à sua integridade física".

Ainda de acordo com o Ministério Público (MP), o arguido "encostou-lhe ao corpo uma arma branca, ameaçou cortar-lhe o pescoço caso não lhe entregasse dinheiro".

Na residência do arguido, diz ainda o MP, este detinha "várias armas brancas".

Foi detido, fora de flagrante delito, para ser submetido a primeiro interrogatório, indiciado "pela prática dos crimes de roubo agravado, furto qualificado, extorsão, na forma tentada, ofensa à integridade física e por detenção de arma proibida".

Em razão da verificação do perigo de continuação da atividade criminosa e de perigo para a conservação e veracidade da prova, foram aplicadas ao arguido as medidas de coação de Termo de Identidade e Residência (TIR), proibição de contato com a vítima, diretamente ou por interposta pessoa, ou por qualquer meio, bem como a proibição de se aproximar da residência da vítima ou de aí permanecer, medida esta fiscalizada eletronicamente e obrigação de se sujeitar a tratamento da situação de toxicodependência em instituição adequada.

Sem comentários:

MAIS PROCURADAS

MULTIMÉDIA.SAÚDE

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."