Burlão e produtor de cannabis partilhavam a mesma casa em Caparide em negócios desmontados pelos “Furões” da PSP

Segurança

A estufa que os "Furões" descobriram na busca (Foto PSP)
Por Redação

Uma busca, judicialmente autorizada, levada a cabo por agentes da Esquadra de Investigação Criminal (EIC) da PSP de Cascais, esta terça-feira, a uma habitação em Caparide, no âmbito de uma investigação relacionada com um alegado burlão, que usava o OLX, culminou também na descoberta, na mesma casa, de uma produção de cannabis, soube Cascais24.

Os “Furões” da PSP entraram na habitação para cumprir o mandado, na sequência da investigação relacionada com um jovem, de 20 anos, suspeito de burla qualificada.

O jovem contatava as vítimas através do OLX, tendo por alvo a compra de telemóveis e, depois, simulava o seu pagamento e ficava com os aparelhos, que vinha a comercializar na mesma plataforma digital de compra e venda de objetos.

A PSP calcula que, com esta atividade ilícita, o suspeito tenha logrado arrecadar nos últimos tempos cerca de 5.500 euros.

Objetos confiscados ao jovem suspeito de burla (Foto PSP)
Ao jovem suspeito, que viu confirmada a prisão preventiva, os agentes da Esquadra de Investigação Criminal confiscaram um telemóvel, 4 cartões de memória, um pendrive e vários documentos furtados.

O que os investigadores criminais envolvidos nesta busca não previam é que acabariam por “tropeçar” com uma estufa de cultivo de plantas de cannabis na mesma habitação, que o suspeito de burla partilhava com um amigo - um outro jovem, de 26 anos, que também acabou por ser detido, embora mais tarde libertado, por o processo ter baixado a inquérito.

O alegado traficante utilizava o quarto da habitação como estufa para cultivo de plantas de cannabis.

Os polícias acabaram por confiscar 7 frascos de fertilizante, 6 vasos com sementes, 2 sacos de terra, uma tenda, um temporizador, uma lanterna, um climatizador e, ainda, 16,27 gramas de liamba e um telemóvel.

1 comentário:

Anónimo disse...

Varias mentiras nesta notícia, procurem saber a verdade!

DESTAQUE.

"Mãe social" da Aldeia SOS condenada por ofensas a menores

ESCÂNDALO .  Uma "mãe social", que prestava serviço há cerca de 30 anos na Aldeia SOS, em Bicesse, e há dois anos cessou o vínculo...

+ populares