GNR ferido em perseguição e interceção a suspeito de fogo em Alvide

SEGURANÇA

Por Valdemar Pinheiro
19 julho 2020
Um militar da GNR ficou ferido, este domingo, à tarde, durante a perseguição e interceção a um homem suspeito, na área do fogo que lavrou em Alvide, apurou Cascais24.

O militar, que sofreu lesões nos membros superiores, foi transportado à urgência hospitalar pelos meios da GNR.

Já o suspeito, um homem, na casa dos 50 anos e oriundo de um país do Leste Europeu, foi identificado e libertado.

O alerta para a presença de um homem suspeito na área do fogo que, recorda-se, devastou cerca de 14 hectares de mato e pinhal, além de ter atingido as coberturas de edifícios junto às Varandas de Cascais, foi dado pouco depois das cinco horas da tarde.

O homem suspeito terá sido visto a captar fotografias, além de, presumivelmente, alguém ter detetado que teria sido visto a tentar reativar um fogo.

Mobilizadas, forças da GNR dirigiram-se para a área, tendo avistado o suspeito na Ribeira das Vinhas.

Na posse da descrição e roupas que o suspeito envergava, os militares acabaram por avistar o suspeito, dando-lhe ordem de ficar quieto, o que não foi respeitado, iniciando-se uma perseguição que veio a culminar na sua interceção, com ferimentos num militar da Guarda.

Entretanto, a PJ continua a investigar a origem do gigantesco incêndio e os Bombeiros continuam a manter a área sob vigilância, prevenindo eventuais reacendimentos.






Sem comentários:

Publicação em destaque

CASAL encontrado morto em Abóboda

Um casal foi encontrado morto, este domingo, ao início da tarde, em Abóboda, S. Domingos de Rana, confirmou, a Cascais24Horas Pedro Araújo,...

FOI NOTICIA

BLOGS