COVID19. Um morto e 41 infetados em lar AMERA com direção em silêncio

COVID19

Por Redação
29 junho 2020

O lar AMERA, Residências Assistidas, em São Domingos de Rana, registou um morto e 41 infetados, mas a direção teima em não falar com jornalistas, nomeadamente com o Cascais24 que, desde sexta-feira e até esta segunda-feira a procurou contatar, mas sem sucesso.

Um alegado surto entre funcionários e utentes do conhecido lar, que funciona na Quinta da Torre d`Aguilha, em São Domingos de Rana, foi revelado a semana passada, em exclusivo pela RecordTV.

Já na sexta-feira, Cascais24 procurou, sem sucesso e por duas vezes contatar com a direção. No último contato, alguém informou: ”Não há ninguém que lhe possa dar essas informações, muito obrigado”. E, abruptamente, chamada desligada!

Esta segunda-feira, à tarde, Cascais24 procurou, de novo, contatar com responsáveis pelo lar, mas mais uma vez, a resposta foi: “Neste momento, não há ninguém para dar informações”.

A verdade é que este lar regista um óbito e 41 dos 46 utentes estarão infetados. A revelação foi feita pelo Coordenador do Gabinete Supressão de Covid19 de Lisboa e Vale do Tejo.

Em Conferência de Imprensa, Rui Portugal revelou ainda que dos infetados, pelo menos seis utentes estão internados no Hospital de Cascais, além de que haverá, ainda, seis funcionários que acusaram positivo para Covid19.

O lar AMERA está integrado numa quinta com mais de 6 hectares, tendo o edifício, construído em 1952 para ser um Seminário católico, sido adaptado e renovado em 2004.


Desenvolve-se em três pisos, com uma arquitectura que proporciona uma circulação muito simples. Tem capacidade para 56 residentes, alojados em quartos duplos ou individuais, todos com instalação sanitária privativa.
Dispõe de múltiplas salas de estar temáticas – biblioteca, música e jogos, internet – além de ginásio, gabinete de estética e cabeleireiro.

Neste lar, os preços oscilam entre os 1.500 euros e os 2.290 euros mensais, que incluem alojamento, alimentação, lavandaria e, entre outros, assistência médica e de enfermagem.

O AMERA planeia, igualmente, inaugurar em 2025 a residência do Estoril, a ser instalada numa encosta sobranceira ao mar e cujo edifício, planeado com os mais exigentes padrões de conforto, terá apenas 2 pisos de quartos, o que proporcionará uma circulação muito simples.
Terá capacidade para 90 residentes, alojados em quartos duplos ou individuais, todos com instalação sanitária privativa. Irá dispor de múltiplas salas de estar temáticas – biblioteca, música e jogos, internet – além de ginásio, piscina, gabinete de estética e cabeleireiro, algumas das valências disponíveis nas instalações em São Domingos de Rana.









1 comentário:

Otília Leitão disse...

Pois esse problema infelizmente é antigo de antes do COVID, aparenta ser um lar bom, mas em termos humanistas deixa muito a desejar. Ate para os familiares dos utentes manda mails ameaçadores. É o secretismo e a lei da rolha. Desde o dia 22 que se tenta falar com familiares e nada. Até os telemóveis pessoais - do meu conhecimento - se calaram.
Os mails informativos iniciais até diziam que foi um "utente irreflectido" que fez queixa. A gestora até telefonou para um familiar aos gritos só porque ele lhe mandara um mail assertivo. Uma das utentes doente teve de ser um familiar a ir lá ao lar buscá-la e levá-lo para fazer exames no hospital de cascais. É o caos com uma gestora a "dona" a gritar. Ela pensava que o assunto de uma empregada contaminada, morria ali e talvez e por isso a ajuda de saúde chegou tão tarde. Estão quase todos contaminados. Chegou a dizer num email, que "repudiava" o acto de de denúncia de um utente para a comunicação social e disse, expressamente nesses mails, que não iria esclarecer os jornalistas e muito menos responder aos familiares se essas noticias viessem a lume. Estranho esta atitude, perante outros gestores, que se vêem a dar a cara por esta situação.
À parte da pandemia é vergonhoso e dramático o que se está lá a passar. Em dez anos, nunca se viu a cara dessa gestora. Eu só vi agora na Rtp1. A senhora aos gritos a mandar os jornalistas embora. Esse gente tem de cair do pedestal de rainhas. É a lei da rolha em toda a força!.

DESTAQUE. 29 cães em risco resgatados em Carcavelos

+ populares

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

MULTIMÉDIA.SAÚDE