Suspeito de 30 assaltos em 6 meses põe policias e comerciantes à beira de um ataque de nervos em Cascais

Segurança


02 setembro 2019
Foi praticante de muay thai num conhecido ginásio da Torre e dedicava-se a outros desportos, mas caiu em desgraça desde que, alegadamente, começou a consumir drogas e, desde então que os assaltos noturnos passaram a constituir o seu modo de vida.


Tem 37 anos e, segundo Cascais24 apurou, é o presumível autor de, pelo menos, 30 assaltos noturnos a estabelecimentos desde o início do ano só na freguesia de Cascais.


Sempre que é apanhado pelos polícias, aos quais não oferece resistência, é identificado, constituído arguido e libertado, por indicação do Procurador de turno do Ministério Público.

Os agentes da PSP de Cascais e os comerciantes locais começam a ficar à beira de um ataque de nervos, devido à sucessão de assaltos, alegadamente protagonizados impunemente pelo suspeito. 

"Com este tipo à solta, ninguém pode dormir descansado", afirmou, a propósito, um comerciante de Cascais, que pediu o anonimato e segundo o qual "amanhã não sei se serei eu a ser acordado a meio da madrugada pela polícia a informar que o meu estabelecimento foi assaltado".


A última detenção, quase em flagrante delito, foi registada esta segunda-feira, de madrugada, pouco depois de ter abandonado um estabelecimento de restauração e bebidas no Paredão de Cascais.


Foi intercetado pelos polícias da 50ª Esquadra da PSP (Cascais) pelas 3h30, nas proximidades do estabelecimento assaltado por arrombamento, pouco depois do alarme ter sido acionado.


Na sua posse, o homem tinha garrafas de bebidas alcoólicas e algumas peças de vestuário, que pertenciam a alguns funcionários.


Segundo Cascais24 apurou, entre os assaltos noturnos de que é suspeito e sob investigação da Esquadra de Investigação Criminal (EIC) contam-se cafés, restaurantes, outras lojas e até a agência do BPI, no centro de Cascais, onde terá entrado por meio de arrombamento de uma janela das traseiras.

Imprimir

Sem comentários:

MAIS PROCURADAS

MULTIMÉDIA.SAÚDE

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."