MULTIMÉDIA

Raide na cadeia do Linhó “caça” droga, álcool e telemóveis

Segurança

Por Redação
15 maio 2019

Um raide seletivo a 40 celas do Estabelecimento Prisional do Linhó, na freguesia de Alcabideche, em Cascais, culminou, esta segunda-feira, à noite, na descoberta e apreensão de 14 telemóveis, seringas, comprimidos e, entre outros produtos proibidos, garrafas de bebidas alcoólicas artesanais.

A Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais confirmou a rusga, lançada no âmbito da prevenção e combate à entrada e circulação de produtos e bens ilícitos em contexto prisional e que mobilizou guardas do próprio estabelecimento prisional e do Grupo de Intervenção e Segurança Prisional (GISP), além de meios cinotécnicos.

Nas buscas realizadas entre as 21 horas e as 24 horas de segunda-feira, foi possível detetar e confiscar 14 telemóveis, carregadores artesanais, quatro "pen drives", quatro objetos cortantes artesanais, duas seringas, 25 comprimidos e dois frascos de anabolizantes, pequenas quantidades de substâncias presumivelmente estupefacientes, cinco garrafas de bebida alcoólica produzida artesanalmente e 20 euros em dinheiro.

Segundo os serviços prisionais, “os reclusos em cuja posse foram apanhados os objetos e bens ilícitos serão objeto de procedimento disciplinar e/ou criminal previstos na Lei".
Imprimir

Sem comentários:

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

Abrigos precisam-se!

Quem põe na ordem donos de caninos?

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo
Artigo de OPINIÃO Drª Francisca Delerue

Expulsemos as traquitanas