Incendiário da Biscaia em liberdade depois de detido pela Judiciária

Segurança


17 dezembro 2019
Um homem, 51 anos, foi identificado e detido pela Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa e Vale do Tejo, por existirem fortes indícios da prática de um crime de incêndio florestal, ateado em Julho último, na Biscaia.

Já presente a primeiro interrogatório judicial, o arguido, que confessou a autoria do fogo posto, foi libertado, mediante a medida de coação de apresentações semanais no Subdestacamento da GNR de Alcabideche.

O suspeito vive com um irmão na Biscaia, tem problemas de alcoolismo e, no desemprego, tem por hábito deambular pela região, andando a pedir junto dos habitantes locais e de turistas, tornando-se "vingativo" quando lhe são negados os pedidos.

O incêndio colocou em risco uma área florestal com mato rasteiro, bem como várias construções e habitações.

Na altura,  só a pronta atuação dos Bombeiros de Alcabideche, que combateram e debelaram o fogo com celeridade, ainda no seu início, evitou que o mesmo tomasse maiores proporções.

"A Polícia Judiciária, nas diligências efetuadas após a inspeção ao local do crime e correlacionando vários elementos de natureza probatória, recolheu evidentes indícios da prática do incêndio florestal pelo arguido", disse, a Cascais24, Álvaro Carreira, coordenador de Investigação Criminal, que está a dirigir a Secção de Crimes de Incêndio da PJ da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo.

Ainda de acordo com as declarações do coordenador de Investigação Criminal a Cascais24, "não foi possível relacionar o mesmo suspeito com um outro incêndio noturno" que, em setembro último, devastou cerca de meio hectare de mato, na Biscaia, e que, na altura foi combatido por 33 operacionais.
Imprimir





...

Sem comentários:

Publicação em destaque

BOMBEIROS de Parede salvam canídeo de poço. Veja o vídeo do resgate

CANÍDEO aguarda pelo socorro (Créditos: BVParede) RESGATADO COM SUCESSO . Um canídeo foi resgatado, esta quarta-feira, de manhã, pelos Bomb...

FOI NOTICIA

BLOGS