FOGO EM MANIQUE. Vídeo de carro a arder no WhatsApp "traiu" jovens suspeitos

Segurança


Os quatro jovens suspeitos de serem os autores do incêndio de grandes proporções que, esta segunda-feira, destruiu 7 hectares de mato, restolho e oliveiras e pôs em risco várias habitações, no vale entre Manique de Baixo e Caparide, foram "traídos" por um vídeo do carro abandonado a arder, onde começou o fogo,  que um deles editou, publicou e partilhou logo a seguir no WhatsApp, apurou Cascais24.

Os jovens, dois de 15 e dois outros de 16 anos, todos a residirem em Manique, foram intercetados, por mera suspeita, perto do local onde lavrava o incêndio, por uma patrulha da GNR de Alcabideche, que os conduziu, para averiguações, ao quartel do Subdestacamento.

E, segundo apurou Cascais24, foi no quartel da GNR que os jovens acabaram por ser "denunciados" pelo vídeo que um deles partilhara entretanto no WhatsApp e que mostrava o automóvel abandonado a arder.

Confrontados, os jovens acabaram por confessar que, naquele quase final de tarde, tinham estado dentro do carro a fumar e que, acidentalmente, um cigarro aceso pegou fogo a um dos bancos. Ainda tentaram apagar o fogo, mas sem sucesso.

Ao perceberem que o fogo estava incontrolável, decidiram afastar-se, mantendo-se no entanto nas proximidades, onde acabaram por ser abordados pela patrulha da GNR de Alcabideche.

A investigação, no entanto, passou para a alçada da Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa e Vale do Tejo, que ainda na segunda-feira, à noite procedeu à recolha de vestígios e ouviu os jovens suspeitos. Regressaram todos a casa, dois deles, os mais velhos, constituídos arguidos, com Termo de Identidade e Residência (TIR) e os outros dois, menores, identificados e entregues às respetivas famílias.

Noticias relacionadas

JUDICIÁRIA INVESTIGA. Fogo em Manique atingiu 7 hectares, pôs casas em risco e terá começado em carro abandonado 

Grande fogo em vale entre Manique e Caparide pôs habitações em risco 

ALERTA. Bombeiros combatem fogo em Manique




Sem comentários:

MAIS PROCURADAS

MULTIMÉDIA.SAÚDE

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."